Menu
SADER_FULL
terça, 28 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Projeto de emenda garante recurso para habitação em MS

6 Out 2009 - 16h31Por Fátima News, com Assessoria

O deputado estadual Amarildo Cruz (PT) propôs que pelo menos 1% da receita estadual seja destinada anualmente ao Fundo de Habitação de Interesse Social de Mato Grosso do Sul. O Projeto de Emenda à Constituição dispõe sobre a vinculação de recursos orçamentários do Estado ao respectivo fundo durante o período de trinta anos, ou até a eliminação do déficit habitacional.

“A política habitacional exige mais do que o simples aumento da produção de novas moradias, há necessidade de otimização dos recursos. É preciso que as unidades construídas estejam compatíveis com o perfil da demanda”, avaliou o deputado, na sessão desta terça-feira, 6 de outubro.

Segundo dados divulgados pelo Ministério das Cidades, cerca de 90% desse déficit é registrado entre famílias que ganham até três salários mínimos. O Projeto de Emenda à Constituição apresentado assemelha-se à proposta de emenda à Constituição Federal n.º 285/2008, conhecida como PEC da Moradia Digna, que tramita na Câmara Federal.

De acordo com a justificativa do projeto apresentado na Assembleia Legislativa, o governo do Estado tem divulgado que investe cerca de 2% de sua receita na construção de casas populares para reduzir o déficit habitacional, de modo que o projeto de autoria do deputado Amarildo Cruz, se aprovado, não trará prejuízo à administração pública, nem o aumento de despesa.

“Se aprovado, o projeto pode garantir a continuidade dos investimentos na área da habitação, independentemente da mudança de governo. Mato Grosso do Sul pode ser o primeiro Estado brasileiro a adotar a medida”, afirmou Amarildo Cruz.

O parlamentar considera a PEC da Moradia Digna um importante instrumento para a redução e eliminação do déficit habitacional no Brasil. A proposta federal recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados.

Em âmbito estadual, Amarildo Cruz defende a criação de uma política sólida na área habitacional, no sentido de criar planos e programas estaduais e regionais de desenvolvimento. A proposta apresentada por ele segue agora para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa.

Leia Também

CARRO DESGOVERNADO
Aluno de 13 anos é atropelado e prensado contra muro de colégio por carro desgovernado
SOB INVESTIGAÇÃO
Amigos saem para pescar e encontram cadáver boiando em rio
DESASTRE AÉREO
Diretor da UPA que sofreu acidente aéreo no Pantanal morre em hospital
COVID-19
Covid-19: Brasil tem 15,7 mil novos casos e 537 mortes em 24 horas
+ AUMENTO
Gasolina sobe pela 8ª semana seguida nos postos, aponta ANP
PAN AMERICANO JUNIOR
Atleta de MS carregará as cores do Brasil no vôlei de praia nos Jogos Pan-Americanos Júnior
LIÇÕES DA BÍBLIA
Prefácio de Deuteronômio
ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore