Menu
SADER_FULL
domingo, 27 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Programa Banda Larga já chega a 72% das escolas públicas

23 Jul 2010 - 15h47Por Agência Brasil

Estudantes de 47.204 escolas públicas urbanas de todo o Brasil já contam com acesso à internet de alta velocidade. É o que mostra o mais novo balanço da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) sobre o Programa Banda Larga nas Escolas.

O número de instituições beneficiadas representa 72,75% dos estabelecimentos municipais, estaduais e federais localizados em zona urbana no país. A meta do programa, lançado em 2008, é conectar todas as 64.879 escolas urbanas até o fim deste ano.

De acordo com o levantamento, no primeiro semestre de 2010 mais 4.206 escolas foram inseridas no programa. Os estados com maior número de instituições que passaram a ter conexão à internet em banda larga foram São Paulo (826), Minas Gerais (746), Maranhão (408) e Bahia (318).

Já as unidades da federação com menos estabelecimentos beneficiados entre janeiro e junho de 2010 estão todos na região Norte: Roraima (10), Amapá (16) e Acre (17).

A relação completa das escolas beneficiadas estará disponível no site da Anatel. Para acessar a lista por unidade da federação e município.

O Diretor do Departamento de Serviços de Inclusão Digital do MC, Heliomar Medeiros, ressalta a importância da banda larga nas escolas.

“Com esse programa, o governo federal tem contribuindo para um outro nível de ensino aos alunos, com o acesso a toda uma gama de informações disponíveis e pesquisas muito mais rápidas sobre qualquer assunto”, afirma.

Ele complementa que as empresas deverão investir em infraestrutura para alcançar as escolas que ainda não foram contempladas.

De acordo com a Anatel, responsável por fiscalizar a execução do serviço por parte das operadoras de telefonia, o menor número de instituições contempladas na região Norte deve-se à dificuldade de acesso.

As empresas atenderam primeiramente as escolas que se encontram em suas áreas de cobertura dos serviços de ADSL.

O Programa Banda Larga nas Escolas é uma parceria dos Ministérios das Comunicações e da Educação, Anatel e operadoras de telefonia. O programa é resultado de uma mudança no Plano Geral de Metas para a Universalização  do STFC (Serviço Telefônico Fixo Comutado)que passou a estabelecer obrigações a serem cumpridas pelas concessionárias de telefonia fixa.

Um decreto presidencial de 2008 trocou a obrigação de instalar PSTs (Postos de Serviços de Telecomunicações) em áreas urbanas pelo compromisso de levar aos municípios o chamado backhaul, que é a infraestrutura de rede para conexão em banda larga. A inclusão das escolas não gera ônus para a União.

A vigência do programa vai até 2025, com compromisso de ampliação periódica da velocidade de conexão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso