Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 12 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Profissionais fazem capacitação para enfrentar H1N1 no inverno

18 Jun 2010 - 08h10Por Estadao

O Ministério da Saúde promove nesta sexta-feira, 18, e no sábado, 19, em Brasília, um curso de preparação de 500 profissionais de todo o País que vão capacitar os trabalhadores que atuarão no enfrentamento da gripe H1N1 durante o inverno.
Esses profissionais trabalham no Sistema Único de Saúde (SUS), principalmente em unidades básicas de saúde, equipes de Saúde da Família, serviços de média e alta complexidade, hospitais, no atendimento de urgência e emergência (SAMU/192) e também em instituições públicas de ensino. Participam, ainda, coordenadores estaduais de Vigilância em Saúde e da Política Nacional de Educação Permanente.

Os profissionais vão atuar como multiplicadores em seus Estados, repassando as informações recebidas durante o encontro para outros trabalhadores, por meio de capacitações locais. Durante o curso, será distribuído um material denominado "Vademecum Influenza", formado por um DVD que contém manual com protocolos de tratamento e manejo clínico de pacientes, vídeos instrucionais e artigos científicos. Esse material servirá de base para a promoção regional de cursos de qualificação profissional e já está disponível no site www.saude.gov.br.

O "Vademecum" também será entregue a aproximadamente 300 mil médicos e 292 mil enfermeiros, em parceria entre o Ministério da Saúde e os Conselhos Federais de Medicina (CFM) e Enfermagem (COFEN) e a Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn). Durante o encontro, também será apresentada a autoavaliação online, que poderá ser utilizada por estudantes e profissionais de saúde. Essa ferramenta possibilita checar o nível de conhecimento referente à gripe pandêmica, além de estimular o processo de aprendizagem.

A versão preliminar do "Vademecum Inzluenza" foi distribuída em março, no primeiro encontro desses profissionais. O objetivo foi avaliar o material e receber sugestões por parte dos profissionais e gestores de saúde. A versão final a ser entregue no encontro foi coordenada pelo Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Universidade Federal de Minas Gerais (Nescon/UFMG) e teve a participação de técnicos do Ministério da Saúde, professores, especialistas e dos núcleos de Telessaúde da Universidade de São Paulo (USP) e da UFMG.

Programação

Na manhã do primeiro dia do encontro, será apresentada a situação epidemiológica atual da gripe A, seguida da exibição dos materiais que poderão ser usados pelas equipes que atuam no enfrentamento do vírus H1N1.

O curso contempla, ainda, discussões em grupo a partir de casos, direcionadas aos profissionais das diferentes áreas de atuação. No segundo dia, haverá reuniões em grupos divididos por Estados e regiões para elaboração de propostas de capacitações regionais.

Vacinação

Com 80,2 milhões de imunizados contra a gripe suína, o Brasil atingiu a meta de vacinar pelo menos 80% do público-alvo, de 100 milhões de pessoas. Nos grupos prioritários para a vacinação, a meta foi atingida entre trabalhadores de saúde, doentes crônicos, crianças menores de 2 anos, adultos de 20 a 29 anos e indígenas.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL - 71.515 MORTES
Brasil tem 1.842.127 casos de Covid-19, aponta consórcio de veículos da imprensa em boletim das 8h
MAIS UM
Vírus com potencial pandêmico é detectado pela Fiocruz no Paraná
VÍTIMAS DE COVID-19
Mãe de médico morre horas após o filho e dois dias após o pai, vítimas da covid
VÍTIMA DE COVID-19
Covid tira de cena um dos últimos montadores do carro brasileiro
CD TRIBUTO AO PADRE ZEZINHO
No ano em Padre Zezinho faz 79 anos, Manoel Caires lança seu primeiro CD 'Tributo ao Padre Zezinho'
PAGAMENTO DO AUXILIO
Confira o calendário para saque em dinheiro do auxílio emergencial
AUXILIO EMERGENCIAL
Governo vai liberar mais 1,5 milhão de auxílios. Saiba como reclamar se o seu for negado
NÚMEROS DA ÚLTIMAS 24H
Os números da covid-19 no Brasil, atualizados diariamente
RECUPERAÇÃO
Dinho Ouro Preto revela sequelas após covid-19, ele já teve gripe suína e dengue
SOS SAUDE
Em 24 horas, nove pessoas morrem em casa pela covid-19 sem atendimento médico