Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

Professores poderão comprar computador portátil pelos Correios

14 Out 2009 - 17h52Por Agência Brasil

Pouco mais de um mês após ter sido implementado em caráter experimental em cerca de 30 cidades brasileiras, o Programa Computador Portátil para Professores será estendido para todo o país. O anúncio será feito amanhã (15), Dia do Professor. Os computadores comprados pelos professores serão entregues pelos Correios na casa do docente ou na própria escola.

A iniciativa faz parte do Programa Brasileiro de Inclusão Digital, do governo federal, e permite que professores das redes pública e privada de educação básica, profissional e superior de instituições de ensino credenciadas no Ministério da Educação (MEC) comprem um notebook em condições facilitadas.

O valor máximo do equipamento financiado não deve ultrapassar R$ 1,4 mil e pode ser escolhido pelo próprio interessado no site da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), responsável pelo logística de distribuição e entrega dos pedidos.

O modelo mais simples tem configuração mínima de 1 gigabyte de memória RAM, com memória de armazenamento de 160 gigabytes. “Mais do que suficiente para armazenar o conteúdo das aulas de todo ano letivo”, informa Nelson Fujimoto, assessor de Inclusão Digital da Presidência da República. Os computadores permitem o acesso a internet, onde haja rede instalada, trazem periféricos como webcam e gravador de CD e rodam software de uso livre como editores de texto e de planilhas. Inicialmente serão vendidos computadores das marcas Positivo e CCE (Digibrás).

Para adquirir um notebook, o professor deve procurar uma loja dos Correios que opere com o Banco Postal (Bradesco) ou agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal. É preciso apresentar uma declaração da instituição de ensino na qual trabalha (disponível no site do programa), contracheque, RG, CPF e comprovante de residência.

Além do pagamento à vista, opção disponível apenas nas agências dos Correios, há duas formas de financiar os equipamentos: mediante empréstimo ou por meio de consignação, modalidade que permite o desconto das parcelas no contracheque. Ambas as opções dependem da análise de crédito pelo banco escolhido. Os prazos de pagamento, taxas de juros e critérios de análise do financiamento variam de instituição de bancária. Os professores poderão comprar computadores portáteis em até 36 prestações.

De acordo com Nelson Fujimoto, a idéia é atingir o universo de professores brasileiros, cerca de 3,5 milhões de pessoas. “Evidentemente que a renda é um dificultador, ao criar o programa a gente está criando as condições para que ocorra a inclusão digital desses professores, para qualificar a sua aula e o ensino”, diz o assessor da Presidência da República.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai