Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 23 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Professor suspeito de racismo pode ser afastado de turma

24 Set 2004 - 18h04
O professor da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) Adriano Manoel dos Santos, suspeito de racismo contra o acadêmico Carlos Lopes dos Santos, em Ivinhema, pode ser afastado provisoriamente da turma do 1º semestre do curso de Biologia, onde está matriculado o aluno.
A informação foi dada pelo o advogado criminalista Édio Silva Junior, especialista em direitos dos negros, em reunião hoje, na Cppir (Coordenadoria de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial).
Conforme Édio, o pedido para que o professor fosse afastado da turma foi feito baseado nas denúncias dos acadêmicos do curso, que se dizem intimidados com o professor.
O afastamento provisório, segundo o advogado, foi visto de maneira positiva pelo o vice-governador do Estado e deve durar até que os inquéritos administrativo e criminal sejam concluídos.
A denúncia foi protocolada hoje na DGPC (Diretoria-geral da Polícia Civil).
De acordo com o criminalista, o professor agredia verbalmente o aluno, pois era contra o ingresso de alunos negros através de cotas. A decisão de afastar temporariamente o professor ainda deve ser avaliada pelo reitor da universidade. As informações são do Campo Grande News.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro