Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 20 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Professor indica 10 horas de estudos por dia para vestibulando

26 Jan 2011 - 18h10Por Folha Online

No Brasil, é comum dizer que o ano só começa depois do Carnaval. Mas, para quem está pensando no próximo vestibular, já é tempo de começar a se organizar.

O Fovest preparou um cronograma, que vai de fevereiro deste ano a janeiro do ano que vem, com dicas para dividir o tempo e não esquecer providências importantes.

Por exemplo: os maiores exames do país exigem na inscrição que o aluno tenha CPF próprio. Por isso, diz Paulo Lima, coordenador do CPV, fevereiro é tempo de providenciar os documentos e fazer um check-up médico que inclua, se for o caso, a revisão do grau dos óculos. "O vestibulando vai ter menos tempo para isso ao longo do ano", diz.

Já em relação aos estudos, um vestibular bem-sucedido começa com uma reflexão sobre o que é prioridade, avalia Fátima Sanchez, gestora do Instituto Personal Service, que ajuda jovens a planejarem suas carreiras. "É preciso estabelecer e, principalmente, cumprir metas."

Fátima sugere que o aluno fixe seu planejamento em um local visível. "Assim, ele vai lembrar todos os dias as metas que estabeleceu."

10 HORAS DE ESTUDO

Lima, o coordenador do CPV, concorda que um cronograma detalhado pode ser um aliado do estudante. Ele orienta seus alunos a dedicarem dez horas por dia aos livros, sendo seis em sala e quatro de forma individual.

Para definir o que fazer nesse momento de estudo sozinho, o estudante deve responder a duas perguntas: 1) Para o curso que eu quero, que disciplinas são mais cobradas? e 2) Em quais matérias tenho mais dificuldade?.

Para quem não faz cursinho, o ideal é manter as dez horas de estudo, sendo seis para estudos gerais e quatro para os objetivos pessoais, como reforço de pontos fracos ou aprofundamento em uma matéria específica.

Quando não for possível ter dez horas de estudo, deve-se manter a proporção de 60% do tempo disponível para estudos abrangentes e 40% para os específicos.

João Pedro Dannemann, 17, se fez essas perguntas e aperfeiçoou seu plano de estudos para conseguir, já no vestibular de meio do ano, uma vaga em administração na FGV ou na ESPM.

O estudante, que fez a prova dessas duas instituições no fim do ano passado, avaliou seu resultado e decidiu dedicar mais tempo a gramática, história e atualidades.

"Equilibrei mais o tempo que destino a cada disciplina, mas continuo estudando mais matemática", diz.

Seu cronograma, que começou antes mesmo das aulas e inclui atividades até o início da tarde de domingo, separa um tempo para seu hobby --o aikido, arte marcial japonesa. "Faço uma hora e meia duas vezes por semana. Ajuda a me distrair."

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério