Menu
SADER_FULL
terça, 22 de junho de 2021
Busca
Brasil

Professor da UFGD é finalista em Prêmio de Ciência e Inovação

4 Nov 2009 - 11h02Por Fátima News, com Assessoria

O professor doutor Eduardo José de Arruda, da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologias da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) foi eleito em 29 de outubro como um dos finalistas do Prêmio Santander de Ciência e Inovação, na cerimônia regional Norte, Nordeste e Centro-oeste, realizada em Recife.

A próxima etapa é a final, que acontece em 17 de novembro na capital paulista. Cada vencedor receberá prêmio no valor de R$ 50 mil para viabilização do projeto, além de certificado e troféu.

O projeto selecionado estuda inseticidas para combater o Aedes aegypti (mosquito transmissor da dengue) e nele, o professor da UFGD e seu grupo de pesquisa estudam novos ativos inseticidas e estratégias de aplicação desses ativos.

Os inseticidas são produzidos a partir de sais metálicos complexos com íons cobre (Cu+2) e ferro (Fe+3) que possuem toxidade para o sistema digestivo das larvas do inseto, levando-as à morte. Na forma de complexos, estes íons metálicos têm sua atividade inseticida potencializada e podem controlar as larvas dos insetos nos criadouros ou locais de acúmulo de água, por períodos prolongados e de modo diferente quando comparado aos inseticidas convencionais utilizados. “Com o uso desses íons metálicos complexos, podemos controlar a população dos insetos na forma de larvas e reduzir a incidência da dengue sem comprometimento da saúde humana e meio ambiente”, sustenta o pesquisador.

Arruda lembra que a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 2,5 bilhões de pessoas estão em área de risco e podem ser afetadas por dengue e febre amarela, principalmente porque as epidemias são frequentes, e ocorrem sempre de forma agravada nas regiões urbanas. “Buscamos o controle dos surtos epidêmicos de dengue que se repetem com agravo ano após ano nos verões e períodos quentes e chuvosos.”

Eduardo José de Arruda é engenheiro químico industrial formado pelo Centro Universitário da Faculdade de Engenharia Industrial (FEI), de São Bernardo do Campo, com doutorado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Pós-doutorado pela Universidade Federal Paulista “Julio de Mesquita Filho” (Unesp).

Realizados pelo Grupo Santander Brasil, com o desenvolvimento e a gestão do Universia Brasil, os Prêmios Santander de Empreendedorismo e de Ciência e Inovação estão em sua quinta edição e visam estimular a atitude empreendedora e a pesquisa científica no meio acadêmico.  Desde 2005, contemplaram 29 universitários e pesquisadores-doutores de todo o País. Este ano, foram 2.116 projetos inscritos.

Prêmio Santander de Ciência e Inovação

O Prêmio de Ciência e Inovação contempla pesquisadores-doutores que produzirem as melhores pesquisas científicas de caráter inovador, nas categorias: Indústria, Tecnologia da Informação e Comunicação, Biotecnologia, e Saúde. O vencedor de cada categoria receberá R$ 50 mil.

Para a definição dos projetos finalistas do Prêmio Ciência e Inovação serão considerados os objetivos gerais e específicos, viabilidade financeira e de infra-estrutura, valor criado para a sociedade brasileira, indicadores dos resultados esperados (quantitativos e qualitativos), caráter inovador, potencial para a geração de riqueza, análise de impactos social e ambiental, e eventual parceria firmada com uma organização brasileira para a implementação do projeto.

A avaliação e o julgamento dos projetos serão realizados por uma comissão de pesquisadores vinculados a instituições científicas, sob a coordenação do professor e pesquisador Adolpho Melfi, vice-presidente regional da Academia Brasileira de Ciências (ABC).

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo
VIOLENCIA DOMESTICA
Menina de 12 anos furta bisavô e leva 10 chibatadas da mãe por ordem do CV
MILIONÁRIO
Aposta única fatura prêmio de R$ 7 milhões da Mega-Sena
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em março
LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai