Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 28 de março de 2020
SADER_FULL
Busca
MEDICAL CENTER - POLONIO
Brasil

Produtores de soja pedem regras na classificação dos grãos

20 Set 2013 - 14h58Por Agrodebate

Produtores de soja querem regras mais claras na classificação do grão e nos critérios de descontos quando o produto perde valor em função de problemas de qualidade.

O setor reclama que, ao contrário de países como os Estados Unidos e a Argentina, no Brasil faltam normas.

De acordo com o diretor executivo da Associação dos Produtores do Soja de Mato Grosso (Aprosoja), Marcelo Duarte, as regras no Brasil se restringem, as aquisições do governo federal, a importação ou ao consumo direto humano.

"No entanto, a maior parte da nossa produção é vendida para esmagamento ou in natura".

A umidade é um dos problemas que mais pesam na classificação da soja. As empresas que compram o grão descontam essa característica negativa que prejudica o armazenamento. Sinal de que a soja pode estragar mais rapido por causa da ação de bactérias.

Isso quer dizer que a cada 100 quilos de soja, a umidade deve ficar no máximo em 14%.

Acima dessa margem o impacto será no bolso do produtor. Cada percentual a mais de umidade significa que ele vai perder um quilo do grão no negócio. Por exemplo, se atingir 18%, o prejuízo será de quatro quilos.

Segundos os produtores, as empresas geralmente embutem o custo de secagem do grãos, por conta do gasto com energia no processo.

Outras caracteristicas também são avaliadas, entre elas a impureza. Para cada problema são estimados percentuais de descontos.

Alternativa - Para diminuir a surpresa com os descontos a Aprosoja Brasil monitora o mercado desde 2007 com a ajuda de um simulador.

Antes de fechar o negócio, o produtor pode consultar uma tabela de percentuais utilizados pelas empresas na safra anterior.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS NO BRASIL
Senado votará na segunda auxílio de R$ 600 para trabalhadores
TRABALHO VOLUNTÁRIO
Detentas começam confeccionar máscara de proteção para atender Jateí, Vicentina e Fátima do Sul
COVID-19 NO BRASIL
Brasil tem 92 mortes e 3.417 casos confirmados de novo coronavírus, diz Ministério da Saúde
PANDEMIA CORONAVIROS
São Paulo tem 68 mortos por coronavírus, média de uma a cada 2 horas e 20 minutos, e 1.223 casos
LINHA DE CRÉDITO
Governo lança pacote de R$ 40 bi para socorrer pequenas e médias empresas
AMOR AO PROXIMO
Xuxa vai doar R$ 1 milhão ao SUS para combate ao coronavírus
77 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 27 de março
REFORÇO
Câmara aprova projeto que prevê R$ 600 por mês ao trabalhador informal por conta do coronavírus
CORONAVÍRUS NO MUNDO
EUA se torna novo epicentro da pandemia com 82 mil casos confirmados de coronavírus
ATIVIDADES ESSENCIAIS
Governo define lotéricas e igrejas como atividades essenciais