Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Produção de cana no país crescerá 55% em seis anos

3 Nov 2006 - 14h38

O Brasil, maior exportador mundial de álcool, ampliará a extensão das áreas cultivadas com cana-de-açúcar. Assim, a produção da planta tropical aumentará cerca de 50% durante os próximos seis anos, no momento em que a alta dos preços do petróleo amplia a demanda pelo biocombustível produzido a partir da cana, segundo Eduardo Pereira de Carvalho, presidente da Unica (União da Agroindústria Canavieira de São Paulo).

Carvalho, cuja organização representa cerca de 85% da produção de açúcar e álcool do Brasil, disse que a safra de cana deve crescer 55% durante os próximos seis anos, para cerca de 730 milhões de toneladas, enquanto as áreas plantadas devem se expandir 45%, para aproximadamente 9 milhões de hectares.

Os preços do petróleo, que dobraram nos últimos três anos e geraram, como conseqüência, alta dos preços da gasolina, estimularam a demanda por álcool no Brasil e nos Estados Unidos, no momento em que o Japão e outros países pretendem começar a utilizar o biocombustível como aditivo à gasolina.

Carvalho prevê que o preço do barril de petróleo se manterá próximo ou acima de US$ 60 nos próximos anos, o que encorajará os investimentos na produção de álcool no Brasil. "Com o preço do petróleo por volta de US$ 60 o barril, a tendência aponta para o avanço contínuo da demanda aqui e no exterior", disse Carvalho.

"Teremos o incentivo necessário para continuar ampliando a produção de etanol." Ontem, o barril de petróleo do tipo Brent fechou cotado a US$ 58,98 em Londres (praticamente os mesmos US$ 59,03 de terça-feira), enquanto o West Texas foi vendido a US$ 58,71 em Nova York (US$ 58,73 na terça-feira).

Demanda maior - A demanda brasileira por álcool crescerá para 27 bilhões de litros durante os próximos seis anos, contra os cerca de 14 bilhões de litros atualmente, enquanto as exportações aumentarão para 7 bilhões de litros, comparativamente aos 3,1 bilhões de litros atuais, segundo Carvalho.

Nesta semana, o Brasil elevou a mistura obrigatória de álcool à gasolina para ajudar as usinas - que estão processando uma safra recorde de cana-de-açúcar - a vender o excedente da produção do biocombustível.

As distribuidoras de combustível terão de adicionar 23% de álcool à gasolina comercializada nos postos brasileiros a partir do dia 20 deste mês - hoje, a mistura é de 20%. As usinas do Brasil transformam cerca de metade de sua cana em açúcar e o restante em álcool.

 

 

Folha Online

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amar a Deus
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ame o Senhor, seu Deus
BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'