Menu
SADER_FULL
sexta, 30 de julho de 2021
Busca
Brasil

Produção agrícola do Estado cresce cerca de 617%

2 Ago 2010 - 15h36Por

Em pouco mais de três décadas, desde a criação de Mato Grosso do Sul, os agricultores do Estado ampliaram a área cultivada em 113%, uma expansão tímida no que diz respeito à abertura de novas áreas, mas, por outro lado, no mesmo período, a produtividade média por hectare cresceu 236% e a produção total de grãos foi ampliada em 617%.

Os dados, do Anuário Agroalimento lançado neste mês de agosto pela Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), comprovam que o principal incremento nos últimos anos tem se dado pela incorporação de tecnologias que proporcionaram o aumento do rendimento médio das áreas, com consequente expansão da produção estadual.

Ainda na safra de 1977/1978, as lavouras cultivadas com grãos ocupavam 1,353 milhão de hectares em MS, com produção total de 987,2 mil toneladas de produtos agrícolas. Já na safra 2008/2009, a área cultivada alcançou 2,888 milhões de hectares, com produção em torno de 7 milhões de toneladas de grãos.

Lançamento 

A Famasul lança, em agosto, a primeira edição do Anuário da Produção Agrícola e Pecuária de MS (AgroAlimento) que reúne informações como as mencionadas acima.

A publicação tem formato de revista, com cerca de 200 páginas, e traz informações detalhadas sobre a produção agropecuária de onze principais culturas produzidas no Estado: carne bovina, soja, milho, carne de frango, leite, arroz, trigo, carne suína, carne ovina, algodão e cana-de-açúcar (açúcar e etanol).

Os dados publicados na edição 2010 são relativos aos doze meses do ano de 2009, o que caracteriza a obra como um balanço anual da produção, produtividade, área cultivada, rebanhos, cotações e exportações dos principais produtos do agronegócio sul-mato-grossense.

Distribuído dirigidamente a produtores rurais ligados a Famasul e a entidades do segmento, o AgroAlimento surge como uma ferramenta de pesquisa sobre a série histórica da produção agropecuária de MS, com perspectiva de ocupar, anualmente, posição de destaque nas estantes e bibliotecas de produtores rurais, técnicos, jornalistas e pesquisadores ligados à produção do agronegócio estadual, por reunir e disponibilizar dados sobre a relevância sócio-econômica das atividades produtivas desenvolvidas em Mato Grosso do Sul.

Marco Antônio Gehlen, jornalista e mestre em Agronegócios pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), foi o responsável pela pesquisa do Anuário e assina a publicação como editor.

A edição 2010 contou com a parceria da Abiec, do frigorífico JBS, da Biosul, da Aprosoja Brasil, do Fórum Permanente da Pecuária de Corte da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil , da Real H e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de MS – Senar/MS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÃOPAINHA
Cachorro toca campainha após ficar trancado fora de casa
SONHO INTERROMPIDO
Ultimo ensaio fotográfico minutos antes de médico sofrer choque e morrer nas vésperas de casamento
OLIMPÍADA
Rebeca é prata e faz história na ginástica olímpica em Tóquio
FENÔMENO DA NATUREZA
Chuva de meteoros será visível na madrugada de quinta para sexta em todo Brasil
A CASA CAIU
Mulheres se unem e surram "valentão" flagrado agredindo ex no meio da rua
CRISE HÍDRICA
Novas fontes preparam MS para a crise hídrica, ressalta governador
ABAIXO DE ZERO
Com -8,6°C, SC registra a menor temperatura do Brasil em 2021, diz Inmet
COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos