Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Procon/MS multa 36 empresas no primeiro ano da lei do SAC

2 Dez 2009 - 17h57Por Notícias.MS

Em um ano do decreto que regulamenta o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), completado ontem (1º), o Procon/MS autuou 36 empresas em mais de 100 processos por desrespeito a norma, com multas no valor de R$ 9,2 milhões.

As maiores multas foram recebidas pelas empresas Global Village Telecom, Claro, Net, Brasil Telecom e Tim Celular. Os valores são aplicados de acordo com a gravidade e a quantidade de infrações  cometidas, além da condição econômica do infrator. A maior multa foi de 163.000 Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul), o correspondente a R$ 2,2 milhões, e a menor de 2000 Uferms ou R$ 27,7 mil.

O decreto 6.523/08 entrou em vigor no dia 1º de dezembro de 2008 e estabeleceu diversas exigências que deveriam ser cumpridas como clareza e objetividade para todos na informação dos números do SAC; gratuidade das ligações; disponibilidade do serviço, e tempo de espera para contato com os atendentes.

 

Acesse no link abaixo a lista das empresas multadas pelo Procon/MS

 

Com informações do site do Procon/MS

 

Leia Também

COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem 87,4 mil casos e 133 mortes em 24 horas
HOMICIDIO EM SÉRIES
Bandido que comia olhos, orelhas e bebia sangue de vítimas é preso
COVID NO BRASIL
Brasil tem em 24 horas, mais 70.765 novos casos de covid-19