Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Previdência tem déficit de R$ 3,4 bilhões em julho

23 Ago 2006 - 15h15

O déficit da Previdência Social em julho foi de R$ 3,4 bilhões, 8,8% maior que o registrado em junho (R$ 3,2 bilhões). Esse aumento, divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Previdência, foi motivado pelo crescimento nos gastos com benefícios. O INSS teve uma despesa de R$ 13,2 bilhões, valor 2,7% superior ao de junho (R$ 12,8 bilhões) e 10,7% maior do que o gasto no mês de julho do ano passado.

Em compensação, a Previdência bateu um novo recorde na arrecadação, recolhendo R$ 9,7 bilhões, valor 11,7% superior ao arrecadado de julho de 2005 (R$ 8,7 bilhões). De acordo com o secretário de Políticas de Previdência Social, Helmut Schwarzer, a despesa com benefícios subiu porque os funcionários da Dataprev paralisaram em junho seus trabalhos.

"Isso pode ter gerado uma diminuição no fluxo de concessões em junho, e conseqüentemente um aumento de concessões em julho", destacou o secretário.

Dos 21,3 milhões de benefícios pagos aos segurados do INSS, 14 milhões foram destinados à área urbana e 7,2 milhões à área rural. Em julho, 16,3 milhões (67,7%) dos benefícios pagos tiveram o valor de até um salário mínimo. Os benefícios pagos pela Previdência Social atingiram, em julho, o valor médio de R$ 521,83.

 

Globo Online

Leia Também

OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS
ALERTA TEMPORAIS
Chance de Tempestades (La Ninã) no final do ano é de 87%, aponta atualização do NOAA
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ele nos amou primeiro