Menu
SADER_FULL
domingo, 7 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Previdência empresarial cresce 42% em três anos

23 Mai 2011 - 06h36Por Folha

Os depósitos em fundos de previdência privada empresarial cresceram 42% de 2007 a 2010, segundo levantamento feito pela Fenaprevi (Federação Nacional de Previdência Privada e Vida) a pedido da Folha. A alta foi de 17,4% em 2010, em relação a 2009.

A crescente adesão de empresas na oferta do benefício foi responsável pelo índice, segundo Oswaldo Nascimento, vice-presidente da instituição. "A previdência privada, ao contrário do salário, é uma forma de as companhias reterem e atraírem talentos sem a incidência de encargos tributários", compara.

Para César Lopes, consultor da Towers Watson, empresa de gestão de pessoas, com a economia aquecida, os depósitos também são maiores. "[O aumento de aportes] é reflexo de aplicações mais altas feitas por funcionário e empregador", explica.

Pesquisa realizada em abril pela consultoria com 236 empresas de grande porte aponta que 70% (165) delas oferecem previdência privada.

Esse é o caso da Pepsico, multinacional de bebidas e alimentos, que concede o benefício a todos os funcionários. "O objetivo é mostrar o interesse da empresa em firmar relacionamento de longo prazo com a equipe", destaca Andreia Vitoriano, gerente de recursos humanos.

Recém-aposentado pela Bosch, do setor de tecnologia, o engenheiro Eduardo Tilkian, 60, usufrui do plano pago pela empresa por 38 anos. "Consegui manter o padrão de vida com o fundo."

Oferta do benefício varia nas empresas

Embora as empresas vejam no plano de previdência privada um ganho na retenção de bons profissionais, a forma como o benefício é oferecido varia nas organizações.

Segundo a pesquisa "Planos de Benefícios no Brasil", da consultoria Towers Watson, 18% das companhias fazem aportes mensais sem que o trabalhador precise depositar qualquer quantia no fundo. As demais (82%) exigem contribuição do empregado para que a empresa também faça aportes periódicos.

A Whirlpool, multinacional de eletrodomésticos, adiciona ao fundo de 50% a 200% do valor depositado pelo profissional. Já os trabalhadores que não fazem aportes recebem contribuição mínima de 1% do valor do salário.

Na Henkel, de bens de consumo, a adesão dos funcionários à previdência privada é voluntária. O profissional deve fazer depósitos mensais ao fundo para que a empresa duplique o valor investido, afirma Eduardo Soares, gerente de recursos humanos.

Para Armando Bordallo, diretor de RH da consultoria Ernst & Young, ainda que existam diferenças na concessão do plano, o benefício traz satisfação aos funcionários. "Eles se sentem parte de uma relação construída em conjunto e a longo prazo."

Gabriel Barbieri, 23, analista de marketing da Senior, desenvolvedora de software, aderiu à previdência há dois anos, quando teve seu primeiro filho. "Antes de aceitar qualquer proposta, avalio os benefícios oferecidos", diz ele, que deposita 2,5% do salário no fundo e recebe a mesma quantia do empregador.

Restringir programa a posições gerenciais desmotiva empregado

Oferecer plano de previdência a parte dos profissionais nem sempre traz bons resultados. Concedê-lo só para executivos, por exemplo, pode resultar na desmotivação da equipe, avalia Adriana Zanni, diretora de RH da consultoria KPMG. "Não faz sentido oferecer o plano para um público específico", destaca.

O analista financeiro Dalmar Assis, 43, não tem direito à previdência privada, uma vez que o benefício só é oferecido a cargos gerenciais na montadora em que trabalha. "[O benefício] seria um diferencial", considera ele, que decidiu fechar um plano individual na semana passada.

Já para Gustavo Costa, diretor da Hays Brasil, de recrutamento e seleção, a diferenciação tem seu lado bom.

"O funcionário acaba motivado a lutar para subir de cargo", pondera ele.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento