Menu
SADER_FULL
sexta, 7 de maio de 2021
Busca
Brasil

Prévia da inflação oficial sobe 0,31% em setembro, aponta IBGE

21 Set 2010 - 10h38Por Folha Online

O IPCA-15, prévia da inflação oficial, registrou alta de 0,31% em setembro, acelerando frente à deflação de 0,05% verificada em agosto, de acordo com os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgados nesta terça-feira.

De janeiro a setembro, o índice acumula elevação de 3,53%. Nos últimos 12 meses terminados em setembro, o IPCA-15 tem incremento de 4,57%, ante 4,44% observados no período imediatamente anterior.

No acumulado de julho a setembro, o IPCA-E --que é IPCA-15 nesse período-- subiu 0,17%. Em igual período no ano passado, esse índice chegou a 0,64%.

Os preços dos alimentos voltaram a ficar mais caros e foram decisivos para o resultado. Esses itens tiveram alta de 0,30%, contribuindo com 0,07 p.p. (ponto percentual) no índice. Nos meses anteriores, os produtos alimentícios estavam em queda -- -0,68% em agosto, e -0,80% em julho.

As carnes exerceram maior pressão e ficaram 3,40% mais caros. A contribuição de 0,07 p.p. foi a maior dentro do índice.

Também subiram em setembro o óleo de soja (de -0,01% em agosto para 5,08%), açúcar cristal (de -8,10% ára 4,83%), frutas (de 0,82% para 3,17%) e pão francês (de 0,04% para 2,11%).

Os custos dos produtos não alimentícios também aceleraram, com alta de 0,31% em setembro, ante 0,14% no mês anterior.

Álcool e gasolina mais caros influenciaram o grupo Transportes, que teve elevação de 0,33%, ante 0,02% em agosto. O consumidor pagou 0,77% a mais pelo litro da gasolina, segundo o IBGE. Em agosto, o combustível já havia subido 0,31%.

Já o álcool aumentou 2,08% em setembro, desacelerando frente aos 4,99% verificados no mês anterior.

As passagens aéreas avançaram 7,56%, depois de ficarem 10,31% mais baratas em agosto, ajudando a pressionar os custos dos transportes.

Entre as 11 regiões metropolitanas pesquisadas, Goiânia teve a maior variação, com alta de 0,48%. A principal variação negativa foi constatada em Recife (-0,29%).

Os preços do IPCA-15 foram coletados de 14 de agosto a 13 de setembro, e comparados com os vigentes de 14 de julho a 13 de agosto. O indicador mede os gastos das famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo