Menu
SADER_FULL
sexta, 5 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Pressionados pelos combustíveis, preços no varejo sobem 0,38% em março

26 Abr 2011 - 09h48Por Agência Brasil

Medido pela Federação do Comércio de São Paulo (Fecomercio-SP), o Índice de Preços no Varejo (IPV) indicou que os preços do setor subiram em média 0,38% em março, na comparação com fevereiro. O segmento de combustíveis foi responsável por 68,42% da elevação. O IPV acumula alta de 0,81% no primeiro trimestre do ano e de 4,54%, nos últimos 12 meses.

Segundo a assessora econômica da Fecomercio-SP, Júlia Ximenes, o etanol tomou o lugar dos alimentos in natura como principal responsável pelo aumento de preços. Ela enfatizou que os produtos alimentícios continuam exercendo alguma pressão, mas que o grande peso do IPV de março veio do grupo de combustíveis e lubrificantes.

Júlia Ximenes acredita que, a partir de agora, com o início da safra de cana-de-açúcar, deverá haver uma queda no preço do etanol. “Com o início da safra de cana, que, ao que tudo indica, está com o desempenho positivo, os preços devem retornar aos patamares normais”.

Já o aumento dos preços dos alimentos parece, na avaliação da economista, estar ligado a fatores sazonais. As carnes, que pressionaram a inflação no segundo semestre do ano passado, entraram em queda. As carnes bovinas ficaram 0,83% mais baratas e as suínas, 3,75%. “Não existe uma tendência de inflação mesmo nesses produtos alimentícios porque eles estão retornando aos patamares normais”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filho de fazendeiro reclama de dor anal e mãe descobre estupro cometido por funcionário