Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
terça, 13 de abril de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Presos diminuem pena estudando

20 Out 2004 - 07h07
É oficial: presidiários que cumprem pena em Ponta Porã conseguem remir suas condenações freqüentando uma sala de aula. Cada dezoito horas de estudo paga um dia do tempo de reclusão. Era uma luta antiga da Divisão de Educação da Agência Penitenciária de Mato Grosso do Sul (Agepen) que finalmente foi reconhecida pela Justiça. A aprovação dependia apenas da anuência do juiz das execuções penais.
A valorização dos estudos no sistema penitenciário foi motivo de comemoração da professora Dalziza Gomes de Oliveira Rodrigues, diretora da Divisão de Educação da Agepen, que já havia conseguido esse benefício para outros presídios do Estado. “Ficamos felizes quando soubemos que aqui também haviam atendido nosso pedido”, diz a diretora.
No Estabelecimento Penal “Ricardo Brandão” (presídio masculino), de Ponta Porã, funciona apenas uma sala improvisada, onde são ministradas aulas de manhã e à tarde a um grupo de 15 internos em cada período. No presídio feminino são 12 internas estudando num único período. “Queremos viabilizar mais espaço para que outros internos tenham a mesma oportunidade”, frisa Dalziza Rodrigues.
MARCENARIA
A diretora aponta ainda que conseguiu viabilizar um curso de marcenaria para o presídio masculino, pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que pode contemplar pelo menos 20 internos. “O curso já está aprovado, só falta ver os meios e data de implantação”, garante. No presídio feminino a Agepen aprovou um curso permanente de artesanato para as internas.
 
 
 
Terra Redação 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo