Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 26 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Presidente do PFL desconfia de ligação entre PT e PCC

13 Jul 2006 - 16h15

O presidente nacional do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), lançou ontem a suspeita de envolvimento do PT nas ações comandadas pelo PCC contra policiais civis, prédios e veículos em São Paulo. "O PT pode estar manuseando, manipulando essas ações." Ainda segundo o senador, um dos principais articuladores da candidatura do tucano Geraldo Alckmin à Presidência, "o PT vive no submundo e nada mais me espanta nesse partido".

E continuou: "O PT vive no submundo de Santo André [onde o prefeito petista Celso Daniel foi assassinado], vive no submundo do mensalão [acusação de pagamento de votos no Congresso] e vive no submundo do MSLT [o movimento de sem-terra que invadiu e depredou o Congresso e cujos líderes estão sendo denunciados]. Então, tudo é possível, nada seria surpresa".

Só depois das declarações tão contundentes o presidente do PFL fez ressalvas. "Não estou acusando, mas mantenho minhas desconfianças", disse primeiro. "São dúvidas, não afirmativas", acrescentou em seguida. Ele já foi o centro de uma polêmica nacional, ao dizer que queria se ver livre "dessa raça", referindo-se ao PT. Como comparou, os ataques do PCC recrudesceram justamente na terça-feira, mesmo dia em que uma pesquisa CNT-Sensus foi divulgada, confirmando a subida de intenções de votos de Alckmin.

O tucano passou para 27,2%, ante 44,1% do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT. Procurados, o presidente do PT, Ricardo Berzoini, e o líder partido na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), não foram localizados ontem. Bornhausen é do mesmo partido do governador do Estado de São Paulo, Cláudio Lembo, mas disse que não tinha conversado com ele até ontem à tarde a respeito da nova onda de atentados, muito menos sobre efeitos políticos.

Apesar das acusações mútuas entre as campanhas e entre os governos estadual e federal, Lembo e o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, articulavam um encontro, possivelmente hoje, em São Paulo. O ministro quer discutir com o governador a situação da segurança em São Paulo, além de lhe entregar um sofisticado equipamento de inteligência para interceptar as conversas dos chefes do PCC.

 

 

Folha de SP

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS