Menu
SADER_FULL
quinta, 23 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Presidente da CEF abre Feira de Imóveis nesta quarta

25 Mai 2010 - 17h53Por CEF
A presidente da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Ramos Coelho, juntamente com os executivos do banco, Carlos Borges e Jorge Hereda, estará em Campo Grande para participar da abertura da 7ª Feira de Imóveis de Campo Grande e 6º Feirão da Casa Própria da Caixa, marcada para amanhã às 17 horas no Armazém Cultural.

Na edição anterior do evento, Maria Fernanda ressaltou que Mato Grosso do Sul foi campeão em desempenho de obras com recursos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo Federal. Segundo a presidente, esse sucesso foi fruto da união de todo o segmento. “Existem recursos, mas para agilizar a liberação e realmente concretizar a obra é preciso da participação do poder público em parceria com a iniciativa privada: é o que encontramos aqui.”, afirmou.

Este ano a presidente da CEF irá acompanhar o aumento de 60% de imóveis oferecidos em relação ao ano passado. Índice que evidencia o reaquecimento do setor imobiliário de Campo Grande. São mais de cinco mil opções de imóveis oferecidos, com valores entre R$ 50 mil a R$ 1 milhão. Para o financiamento, a superintendência regional do banco colocou à disposição do evento R$ 600 milhões.



Reconhecimento - a presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, o vice-presidente de Atendimento e Distribuição, Carlos Augusto Borges e o vice-presidência de Governo, Jorge Fontes Hereda, serão homenageados amanhã na Assembléia Legislativa pelos relevantes serviços prestados através da CEF à Mato Grosso do Sul. A solenidade está marcada para as 19 horas.





Maria Fernanda Ramos Coelho

Nasceu em Recife/PE, tem 49 anos, é graduada em jornalismo e especialista em Finanças Empresariais e Gestão Pública (IBMEC). Possui Mestrado em Administração e pós-graduação em Excelência Humana pela UNIPAZ/DF. Funcionária da CAIXA desde 1984, já atuou em diversos setores da instituição em uma carreira sempre ascendente.. Em março de 2006, convidada pelo Exmo. Sr. Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e pelo Ministro de Estado da Fazenda, Guido Mantega, assumiu a Presidência da CAIXA.









Sobre Carlos Augusto Borges

Vice-Presidente de Atendimento e Distribuição, Carlos Borges é funcionário de carreira da CAIXA desde 1982. Graduou-se em Ciências Econômicas na Universidade Federal do Maranhão e exerceu função gerencial na filial regional de Administração e Recursos Humanos daquele estado. Atualmente, é membro titular do Conselho de Administração da CAIXA Seguradora S.A, Diretor Responsável pela Ouvidoria e Representante da CAIXA no Conselho do Sistema de Auto-Regulação Bancária da Febraban.








Sobre Jorge Fontes Hereda

Atualmente ocupa na CAIXA a Vice-Presidência de Governo. Graduado em Arquitetura pela Universidade Federal da Bahia, fez seu Mestrado em Arquitetura e Urbanismo na Universidade de São Paulo (USP). No Governo Federal, foi Secretário de Habitação do Ministério das Cidades, entre os anos de 2003 a 2005. É professor licenciado do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade São Judas Tadeu/SP. No Estado de São Paulo exerceu cargo de Secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano do Município de Diadema e Secretário-Executivo do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda