Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 22 de janeiro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Presidente da Bolívia convoca reunião, mas nega reforma ministerial

7 Jan 2011 - 16h16Por Agência Brasil

Depois de enfrentar manifestações e críticas internas por ter anunciado uma série de medidas econômicas, o presidente da Bolívia, Evo Morales, negou hoje (7) que fará uma reforma ministerial. Ele recuou na decisão de elevar os preços dos combustíveis e no congelamento de tarifas de serviços públicos. No entanto, Morales disse que quer retomar a discussão sobre os temas.

 

A notícia é da Agência Boliviana de Informações (ABI). O presidente afirmou que a reunião com o Conselho de Ministros, convocada para hoje, na cidade de Huajchilla, a 20 quilômetros de La Paz, servirá para uma avaliação global. “O resto é especulação que não tem base alguma”, disse Morales.

 

O presidente boliviano reagiu às informações de que pretenda mudar seu gabinete. "Isso não vai definir nada, como alguns meios de comunicação têm especulado, no sentido de que os ministros vão mudar. Essa é uma atribuição estrita de presidente do Estado", disse Morales.

 

No final do ano passado, o governo da Bolívia definiu uma série de medidas que incluem o reajuste de até 83% do preço dos combustíveis, o congelamento de tarifas relativas ao gás liquefeito de petróleo (GLP) e do gás natural (GNV), além de serviços básicos. O objetivo, segundo as autoridades, era proteger e incentivar a economia nacional, assim como conter a ação dos contrabandistas.

 

Porém, os reajustes provocaram manifestações em todo país e ameaças de alta de preços de várias mercadorias, inclusive de alimentos e produtos da cesta básica. O risco da elevação de preços e a reação popular fizeram o governo suspender os efeitos das medidas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19
A CASA CAIU
Mulher invade casa e flagra namorado fazendo sexo com outra; veja vídeo
LINHA DE FRENTE
'Ele lutou até o final', diz irmã de médico de 28 anos, após quase um mês morreu de Covid-19
SEU BOLSO
Litro da gasolina sobe R$ 0,15 nas refinarias da Petrobras
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro