Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 9 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Prefeitura antecipa salários de servidores

2 Set 2004 - 07h24
A Prefeitura de Nova Andradina continua pagando em dia os salários dos funcionários, e como vem fazendo desde o ano passado cada servidor recebe, antecipadamente, 40% do vencimento até o dia 20 do mês trabalhado, e o restante (60%) até o 5º dia útil de cada mês subseqüente ao trabalhado.
Ultimamente, todos estão recebendo o saldo dos seus salários ainda dentro do mês, como aconteceu neste dia 31, quando o prefeito determinou que o depósito fosse efetuado.
O secretário de governo, José Gilberto Garcia, informou que o salário de cada funcionário já está à disposição nas agências bancárias. “Desta maneira, a prefeitura garante o pagamento em dia dos funcionários municipais, beneficiando a todos indistintamente, os quais, por sua vez, podem também cumprir com seus compromissos financeiros. Isto é bom para todos, principalmente para o comércio de nossa cidade, que pode contar com uma soma de dinheiro a mais para aquecer as vendas”, lembrou José Gilberto.
 
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus
PRESIDENTE NA LINHA
Bolsonaro está com sintomas de covid-19 e aguarda resultado de exame
CICLONE BOMBA
Efeitos do Ciclone: mais de 12 mil residências ainda estão sem energia elétrica
LIVE
Mulher de Porchat não foi a única: veja outros casos de nudez em lives
ECONOMIA
Nova gasolina a partir de agosto; combustível será mais caro, mas deixará veículos mais econômicos
SOS EDUCAÇÃO
Sem computador e sem dinheiro, alunos de baixa renda desistem do Enem