Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 30 de novembro de 2021
Busca
Brasil

Prefeitos poderão ser punidos pela falta de merenda

6 Jan 2010 - 15h22Por Jornal do Senado

Está pronto para votação no Plenário projeto de Cristovam Buarque (PDT-DF) que prevê punição severa para os prefeitos que deixarem de aplicar os recursos da merenda escolar. A proposta (PLS 182/05) estabelece que os administradores responderão por crime de responsabilidade, ficando sujeitos à perda do cargo e à inelegibilidade por um período de oito anos.

A proposta foi aprovada no final do ano passado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), em decisão terminativa. Como Valter Pereira (PMDB-MS) apresentou requerimento para que o texto fosse submetido ao Plenário, a decisão final deixou de ser da CCJ, como estava previsto.

Pelo texto, podem ficar também sujeitos a processos por crime de responsabilidade os prefeitos que deixarem de prestar contas dos recursos recebidos do Programa de Alimentação Escolar (Pnae), no prazo e forma definidos pelo programa.

Cristovam Buarque observa que o Pnae é um programa de grande relevância social, pois garante alimentação escolar aos alunos da educação infantil e do ensino fundamental.

Ao invés de punir a criança com a interrupção do fornecimento da merenda, pune-se a autoridade com a suspensão do mandato e sua consequente inelegibilidade.

Leia Também

PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio
PÂNICO NO AEROPORTO
Vídeo mostra passageiros gritando e muito desespero em avião da Azul; veja
EMBOSCADA
Jovem morre após ser atingida por tiro na cabeça
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid -19 casos sobem para 22,043 milhões e mortes, para 613,3 mil
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Menina de 11 anos conta para avô que é estuprada pelo padrasto
CRUELDADE
Justiça nega exame de insanidade a mulher que esquartejou filho