Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 9 de dezembro de 2021
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
Busca
Brasil

Preços de hortifruti disparam em janeiro chuvoso

20 Jan 2011 - 13h18Por Dourados Agora

Consumidores adeptos a verduras e legumes já devem ter percebido que nos últimos dias os preços aumentaram consideravelmente. O excesso de chuvas de verão em algumas regiões do País prejudicou as culturas e fez com que as frutarias, supermercados e feiras repassassem a alta do preço para o consumidor.

Rosângela Buza, gerente da frutaria Caxias do Sul, explica que para driblar a alta do preço tem que fazer muita pesquisa. Como a maioria dos produtos vem de outros estados, ela contata diferentes fornecedores. “A região Sul é a que está comercializando em valores mais em conta”, disse, ressaltando que a Grande São Paulo pratica, no momento, os preços mais caros.

Para se ter uma ideia, segundo ela, a caixa do chuchu e do tomate teve um aumento de até 60% nos últimos dias. “Esses dois produtos são os mais vilões nessa época do ano”, diz a gerente. “Mesmo com a alta, quem é adepto a frutas e legumes paga um pouco mais caro para ter alimentos saudáveis na mesa”, acrescenta.

Nos supermercados os preços também subiram, mesmo assim a procura continua estável, comenta o gerente Edson Dutra, do supermercado Big Bom. Ele diz que o abastecimento continua normal, apesar dos problemas climáticos. “A diferença é que os produtos perderam a qualidade em algumas regiões do País”, explica, ressaltando que a maioria é importada de Santa Catarina, Minas Gerais, Goiás e São Paulo.

Já nas feirinhas, onde os próprios comerciantes são os produtores, a situação não é das melhores. Na feira livre da Rua Cuiabá o alface está na casa de R$ 1,50. As folhas são pequenas e as pontas apresentam queimaduras. Tomate, cenoura e beterraba também estão com qualidade inferior.

A mistura de calor e chuva nessa época do ano atrapalha o desenvolvimento dos produtos. As folhas ficam amarelas, enferrujam, quando não apodrecem na horta. Já os tomates ficam menores e com dificuldade para amadurecer. As frutas perdem o doce e ficam feias. Os produtos geralmente ganham mais qualidade a partir de março.

Leia Também

FENÔMENO DA NATUREZA
Vem aí a chuva de estrelas mais brilhante e colorida de 2021
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em Jeremias
SONHO DA MATERNIDADE
Servidora Pública perde marido para a Covid, mas realiza sonho e dá à luz trigêmeos
LIÇÕES DA BIBLIA
O céu dos céus
covid_04.12 COVID NO BRASIL
Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em escritos posteriores
ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam