Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de agosto de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Preço do bacalhau tem variação de até 126% na Capital

31 Mar 2007 - 04h39
 

O preço do peixe e do bacalhau tem uma variação de até 126% em Campo Grande, segundo a última pesquisa do Procon, divulgada nesta quinta-feira. A pesquisa foi realizada entre segunda e quarta-feira (26 a 28), em 10 estabelecimentos que comercializam peixe e bacalhau, como supermercados, hipermercados e peixarias. Foram pesquisados os preços de 27 itens, sendo 19 de peixes de água doce, 4 de peixe de água salgada e 4 de bacalhau.

Em relação a pesquisa anterior do Procon, divulgada no dia 16 de março, houve um sensível aumento generalizado dos preços apesar da variação ter sido menor. Esse fato, segundo o órgão de defesa do consumidor, se deve provavelmente a proximidade da Paixão de Cristo e Páscoa, que serão comemorados nos dias 6 e 8 de abril, respectivamente, período em que aumenta a procura por esses produtos.

O preço do filé de merluza, por exemplo, que na pesquisa anterior tinha variado 223,2%, oscilando entre R$ 4,95 e R$ 16, no levantamento divulgado ontem tem uma variação seis vezes menor, de 36,78%, mas o menor preço encontrado foi de R$ 8,70 e o maior de R$ 11,90.

Maior variação

Na nova pesquisa de preços do Procon os itens relacionados aos peixes de água doce apresentaram a maior oscilação. O filé de pintado de rio foi o que teve a maior variação, 128,6%, sendo comercializado de R$ 15,7 até R$ 35,9 o quilo. Em segundo lugar vem o quilo do pintado de cativeiro com vísceras, que teve uma diferença entre o menor e o maior preço de 104,3%, sendo no local mais barato encontrado a R$ 8,90 e no mais caro a R$ 18,19.

Em relação aos peixes de água salgada, a maior oscilação foi da sardinha limpa, com 69,7%, variando de R$ 4,39 a R$ 7,45 o quilo do produto. Já sobre o bacalhau, o que teve maior diferença de preço foi o tipo ‘ling’, com 50%, sendo comercializado de R$ 29,99 até R$ 37,95 o quilo.

Mais baratos

Na pesquisa dos Procon os itens mais baratos foram a curimba eviscerada, entre os peixes de água doce, que variou R$ 4,49 a R$ 8,59 o quilo; a sardinha laje, entre os peixes de água salgada, que não teve oscilação de preço, em todos os estabelecimentos foi encontrada a R$ 3,35 o quilo; e o bacalhau tipo ‘saithe’, que está sendo comercializado com preços que variam de R$ 16,90 a R$ 21,90 o quilo.

 

 

RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em julho nesta quarta-feira
HORÓSCOPO DO DIA
Horóscopo desta quarta-feira 12 de agosto de 2020
DEU RUIM - OZONIOTERAPIA
COVID: Deputada que apoia aplicação de ozônio no combate ao coronavírus é internada com covid-19
VÍTIMA CORONAVÍRUS
CORONAVÍRUS: Médica de 29 anos perde a vida para a covid-19 após ficar quase 30 dias da UTI
BRASIL - 102.034 MORTES
Brasil confirmou 102.034 mortes e contabiliza 3.068.138 infectados pela Covid-19.
SAÚDE
CLOROQUINA: Pacientes reumáticos que fazem uso de cloroquina não estão imunes ao coronavírus
CORONAVIRUS NO ESPORTE
Covid-19: jogo do CSA é adiado após confirmação de mais nove casos
ESTAVA DESAPARECIDO
Policial Militar é encontrado morto dentro de fossa e pode ter sido assassinado
FATALIDADE
Homem morre soterrado em armazém de soja enquanto fazia limpeza
100 MOTIVAÇÃO
Desiludido e com medo de contágio, eleitor de MT vai sumir das urnas