Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 6 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Preço do álcool sobe 5,1% em quatro semanas

23 Abr 2007 - 14h48
 O álcool ficou 5,1% mais caro para o consumidor nas últimas quatro semanas, segundo pesquisa de preços da Agência Nacional do Petróleo (ANP) realizada em 11,5 mil postos de abastecimento do país. O litro do etanol de cana-de-açúcar ficou em R$ 1,680 na média nacional na semana encerrada no dia 21 de abril, acima do preço cobrado três semanas antes, de R$ 1,599.

Em termos regionais, o Norte apresentou o maior preço médio pelo litro do combustível, de R$ 2,019. O menor preço do litro foi apurado no Sudeste, de R$ 1,527. Nos postos do Centro-Oeste, Sul e Nordeste, o litro do álcool ficou em R$ 1,764, R$ 1,780 e R$ 1,760, respectivamente.

A alta do álcool ainda pressionou os preços da gasolina para cima no período, uma vez que a mistura vendida nas bombas é composta por uma parte de álcool. O litro da gasolina fechou a semana encerrada em 21 de abril a R$ 2,534, na média brasileira, 0,92% acima do preço cobrado três semanas antes, de R$ 2,511.

 

 

RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concurso federal com salário de até R$ 6 mil encerra inscrições nesta sexta-feira
100 ANUNCIOS
Covid-19: Bolsonaro ordenou atrasar boletins para não passar em telejornais
AUXILIO EMERGENCIAL
Veja se o seu CPF foi usado e como denunciar a fraude
3º EM NÚMERO DE VÍTIMAS
Com recordes seguidos, Brasil passa dos 34 mil mortos por coronavirus
COVID-19
Micro e pequenas empresas terão acesso a crédito facilitado
VÍDEO - CAPIVARA BOA DE MERGULHO
Capivara boa de mergulho é flagrada em rio de MS, assista
CASO DE POLÍCIA
Patroa é presa sob suspeita de homicídio culposo após filho de empregada cair do 9º andar
LUTA PELA VIDA
Cantora gospel que morreu por coronavírus, fez vaquinha para pagar tratamento
ELEIÇÕES 2020
Vai ter eleição, TSE autoriza convenções partidárias virtuais para eleição deste ano
BOA NOTICIA
Auxílio emergencial deve ser estendido em mais duas parcelas de R$ 300