Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 13 de abril de 2021
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
Busca
Brasil

PP municipal contraria Maluf e apóia candidatura de Serra

26 Out 2004 - 09h29
Na contramão do voto petista pregado pela direção nacional do PP, o presidente do partido na cidade de São Paulo, deputado federal Celso Russomanno, anunciou ontem apoio ao candidato tucano José Serra na disputa pela prefeitura paulistana.

Além da Executiva Nacional do PP, que "recomendou" voto na prefeita Marta Suplicy (PT), o próprio candidato derrotado do partido, Paulo Maluf (PP), também aderiu à campanha petista, dizendo ser Marta a melhor opção para a cidade de São Paulo.

Ontem, Russomanno disse representar o desejo da maioria dos filiados e eleitores do PP que dizem preferir Serra na prefeitura.

"A direção nacional fez um pedido [para apoiar Marta], não uma exigência. Mas quem tem voto em São Paulo sou eu, são os vereadores eleitores", disse o deputado. Quanto ao apoio anunciado por Maluf, Russomanno disse se tratar de uma "postura pessoal". Ele completou: "A postura do partido é apoiar Serra".

O deputado federal disse ter conversado com Serra na última semana. "Ele [Serra] disse ver com bons olhos a instalação de um Procom Municipal, que é de interesse da população." Questionado se ele assumiria o órgão numa eventual gestão tucana, Russomanno disse que isso não foi discutido.

Jesse Ribeiro, que coordenou a campanha malufista no primeiro turno, disse ontem que a manifestação de Russomanno deverá ser analisada pela Executiva Nacional, que pediu apoio ao PT. Ele não descartou a possibilidade de uma intervenção no diretório municipal.

Russomanno e Maluf sempre divergiram quando o assunto era o partido. No começo deste ano, o deputado tentou, até o último segundo, disputar com Maluf a vaga como candidato do PP a prefeito. Russomanno chegou a pedir a abertura de uma sindicância para apurar as acusações de enriquecimento ilícito atribuídas a Maluf.

O pedido foi arquivado, os dois declararam trégua e Russomanno prometeu apoiar a campanha do ex-prefeito.

Janistas

Além do apoio da direção municipal do PP em São Paulo, Serra recebeu ontem a declaração de voto de um grupo de janistas da Vila Maria (zona norte), berço político do ex-presidente Jânio Quadros (1917-1992) e reduto eleitoral de Maluf.

Comparado pelos janistas ao ex-presidente na forma de fazer campanha corpo-a-corpo pelas ruas, Serra disse que encara esse estilo como uma "boa maneira de fazer política".

"Esse modo de fazer campanha nas ruas, apertando mãos, trocando abraços, ouvindo pessoas e buscando lideranças locais é o mesmo do Jânio", disse Tobias Manderman, 82, que foi administrador regional da Vila Maria e assessor de gabinete de Jânio na prefeitura (1985-1988).

Mais do que um ato simbólico, o apoio costurado há uma semana, mas oficializado ontem, reforça a penetração de Serra em uma área onde Maluf teve seu melhor desempenho no primeiro turno, com 19,7% dos votos válidos.

"Boa parte dos janistas optou por Maluf no primeiro turno e agora deve, naturalmente, migrar para Serra", explicou Osmar Pistoni, 51, um dos coordenadores do grupo que se intitula "Janistas Históricos da Vila Maria".

A ligação de Jânio com o bairro surgiu em sua primeira candidatura a prefeito de São Paulo, em 1953. Foi na Vila Maria que ele se lançou candidato e onde teve a maior votação (48,8%) na eleição de 1985 para prefeito.

Foi nesse ano que Jânio conseguiu uma virada em cima do então adversário, Fernando Henrique Cardoso, que dava sua vitória como certa.
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

DESESPERADOR
Covid-19: Brasil registra 3.808 mortes em 24 horas
EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore