Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

Polícia Militar Ambiental retifica números da Operação Piracema

4 Mar 2010 - 18h02Por Notícias MS

Policiais Militares Ambientais de Campo Grande e Coxim realizaram uma operação de oito dias iniciada antes da abertura da temporada de pesca - na quinta feira (25 de fevereiro) - e encerrada ontem (4 de março) à tarde, na região dos rios Correntes, Piquiri e Itiquira, na divisa com Mato Grosso, no rio São Lourenço e Paraguai, até a Pousada Caracará, abaixo do Porto Jofre. Haja vista a dificuldade de comunicação na região da operação, não houve como divulgar os autuados no balanço final da Operação Piracema anteriormente. Os dados abaixo alteram totalmente os números finais da operação, visto que, só em período de piracema (pesca proibida) foram autuados 32 pescadores pelas equipes nesta operação.

 

 

            Outra equipe da PMA realizou, em parceria com a Prefeitura Municipal de Coxim, um trabalho social na região em que foi realizada a operação, em especial na comunidade carente denominada “Puleiro Grande”, localizada às margens do rio Piquiri.

 

 

Foram distribuídas cestas básicas, roupas, brinquedos para as crianças e 200 kits de escovação do programa do governo federal Brasil Sorridente. A população foi orientada ainda por dentistas, quanto aos problemas relacionados à cárie, além de receber informações sobre vários tipos de doenças e assistiu a palestras sobre Educação Ambiental com os policiais. A prefeitura local e a PMA pretendem realizar mais ações desta natureza, já que a população ribeirinha local é muito carente, segundo a PMA.

 

 

A PMA havia sido informada que, na região onde foi desenvolvida a operação, os pescadores iam pescar pouco antes da temporada de pesca abrir, pois poderiam, caso não fossem presos, apresentar o pescado capturado à PMA ao término da pescaria, como se tivesse sido capturado após a pesca aberta.

 

 

A operação precisa ter duração de vários dias em razão do alto custo de recursos materiais e humanos, e devido às longas distâncias percorridas. 

 

 

Ocorrências com turistas

 

 

Em um acampamento localizado na fazenda São Lourenço, às margens do rio Piquiri, no município de Corumbá, os policiais ambientais autuaram um grupo de 13 pessoas de Cuiabá - MT que praticava pesca no período proibido. São eles: Antônio Altair Geier, Valdomiro Pazini, Everton José Pacheco Sampaio, Celso Antônio Geier Defonte, João Airton Geier, Osvaldo Alves Feitosa, Ivônio Taufer Defonte, Anildo José Geier, Francisco Israel Alves Pereira, Douglas Ribeiro Bonfim, Luiz Adelar Geier, Raimundo Pacheco Sampaio, Joaldo Jangue B. Diniz Puçá. Com eles foram apreendidos 25 kg de pescado em filé (é proibido fazer filé dos peixes antes da vistoria da PMA), uma caixa isotérmica, uma lancha Marajó com motor 90 HP, três motores de popa, três barcos e 14 molinetes. Cada autuado foi multado em R$ 5.000,00, perfazendo um total de R$ 65.000,00.

 

 

Na foz do rio Piquiri com o Itiquira foram autuados três turistas do Espírito Santo, que pescavam em período proibido, com petrechos proibidos (redes de pesca) e ainda capturavam pescado em tamanho inferior ao permitido. Além disso, também tinham arma de caça no acampamento. Osmar Betini, Almirante Alves Partichelli e Roberto Carlos Pael, residentes em Cariacica - ES, foram multados em R$ 7.800,00 cada um. Com eles foram apreendidos: uma espingarda calibre 22 com quatro munições, 40 kg de pescado, três redes de pesca, sete molinetes, cordas para espinhel, dois motores de popa com tanques de combustível e dois barcos.

 

 

No pesqueiro Recanto dos Bugres, à margem do rio Piquiri, de propriedade de Jorceley Teodoro da Silva, residente em Sonora - MS, foram encontrados 12,5 kg de pescado com tamanho inferior ao permitido, também foram apreendidos quatro tarrafas, 21 anzóis de galho, uma rede de pesca e uma espingarda calibre 22. Foi confeccionado auto de infração administrativo e multa no valor de R$ 15.260,00 contra Jorceley.

 

 

Na localidade denominada “Pé de Galinha”, no município de Corumbá - MS, os policiais flagraram Antônio Juliano José Triaca, Sergio Basso e Antônio Fernando Barison, ambos residentes na cidade de Santo Vasconcelos - SP. Com eles foram encontrados 5 kg de pescado. Foram apreendidos seis molinetes, uma carretilha e uma lancha com motor de 90 HP, também foi confeccionado auto de infração administrativo e multa no valor de R$ 3.000,00 para cada autuado.

 

 

Próximo ao Poço do Jaú foram flagrados Onivaldo Macedo Pereira, residente em Assis - SP e Ludio Sebastião Helps, residente em Barão de Melgaço - MT, praticando pesca predatória. Com eles foram encontrados 12 kg de pescado, um barco de alumínio, um motor de popa e cinco molinetes. Foi confeccionado auto de infração administrativo e multa no valor de R$ 3.000,00 para cada autuado.

 

 

Próximo ao Rancho Alvorada, município de Corumbá - MS, os policiais flagraram Marcelo Paiassa e Gustavo Sestari, Roberto Sestari, Alberto Piasa e Silvia Maria Piassa Sestari, residentes em Araguari - MG, que pescavam durante a piracema. Foram apreendidos: quatro embarcações, dois motores de popa, oito molinetes e dois tanques de combustível e 3 kg de pescado. Foi confeccionado auto de infração administrativo e multa no valor de R$ 5.000,00 para cada autuado.

 

 

Antônio Reis Quieroz, Márcio Henrique Abdala e Marcelo

Deixe seu Comentário

Leia Também

APOSTAS NO BRASIL
É legal apostar em esportes no Brasil?
CRIME BRUTAL
Mulher é encontrada morta com rosas, uma aliança nas mãos e frase cruel escrita na testa
TRAGEDIA
Casal é encontrado morto no banheiro com o chuveiro ligado
VEJA VÍDEO
Servidora não deixa lençol sujar com sangue de bandido e viraliza na internet
LUTO NA TV
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da covid
COPA AMÉRICA
Com mudanças, Brasil encara Colômbia para garantir liderança do grupo
JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo