Menu
SADER_FULL
terça, 13 de abril de 2021
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
Busca
Brasil

Polêmica sobre milho transgênico divide UE

19 Jul 2004 - 17h53

Ministros da Agricultura da União Européia evidenciaram nesta segunda-feira sua discordância em relação aos transgênicos, não conseguindo chegar a um acordo para autorizar a importação de um tipo de milho geneticamente modificado, disseram autoridades.

Num encontro para discutir a autorização do milho Roundup Ready (RR), produzido pela norte-americana Monsanto, não se chegou a um acordo para aprovar nem para rejeitar um pedido de importação do produto.

"Não houve acordo a favor nem contra", afirmou uma autoridade da UE a repórteres. Agora, a Comissão Européia deve emitir uma aprovação final para o milho, por meio de uma decisão legal predefinida, em outubro ou começo de novembro.

O milho, modificado para resistir ao herbicida glifosato, seria usado na fabricação de produtos como amido, óleo, farelo e de ração.

Apenas algumas delegações nacionais fizeram declarações no encontro, mas isso foi sufiente para mostrar à Holanda, que atualmente preside a UE, que nenhuma decisão poderá ser tomada enquanto os países restantes não alterarem suas posições.

Dos que falaram, cinco se opuseram à aprovação do milho: Áustria, Dinamarca, Grécia, Itália e Luxemburgo.

A Bélgica foi o único país que se declarou favorável à autorização, enquanto Alemanha e Hungria se abstiveram. Polônia e Estônia afirmaram não ter posição definida sobre o assunto.

De acordo com o complexo sistema de tomada de decisão da UE, se os países-membros não chegam a um acordo depois de três meses em nível ministerial para permitir um novo produto transgênico dentro do bloco, então a Comissão endossa automaticamente a autorização.

"A Comissão vai tomar a decisão em outubro. Será um endosso automático", disse uma autoridade da Comissão a repórteres.

Mas devido a um provável atraso na finalização e tradução do texto para aprovação da Comissão, o parecer final para o milho RR deve ser dado pela nova Comissão. A atual administração deixa o cargo no fim de outubro.

A UE voltou a autorizar produtos transgênicos em maio, quando foi aprovada a comercialização do milho Bt-11, da Syngenta, também via endosso automático.

 

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo