Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 24 de junho de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Pneumonia e diarreia matam 5.000 crianças ao dia no mundo, diz Unicef

13 Set 2013 - 13h49Por Uol

As maiores causas de morte entre crianças com menos de 5 anos de idade no mundo são pneumonia e diarreia. Essas duas doenças são responsáveis por 17% e 9% das mortes nessa faixa etária, respectivamente, resultando em um total de 5.000 mortes diárias. Os dados são do Relatório de Progresso 2013 sobre o Compromisso com a Sobrevivência Infantil: Uma Promessa Renovada, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), divulgado nesta sexta-feira (13). 

A ocorrência dessas doenças, segundo o Unicef, é altamente concentrada. "São doenças dos pobres e sua distribuição é altamente concentrada, com cerca de três quartos das ocorrências de mortes por pneumonia e diarreia em apenas 15 países", informou o relatório. Para o fundo, o principal problema - e, ao mesmo tempo, a principal vantagem - é que as causas de mortalidade infantil podem ser evitadas com medidas relativamente simples, acessíveis à maioria dos países, independentemente de níveis de renda.

No caso da pneumonia, o país que registra mais mortes pela doença é a Índia, seguida pela Nigéria, pelo Congo e o Paquistão. Os casos de diarreia estão fortemente concentrados na África, onde a maioria dos países tem mais de 10% de mortes de crianças abaixo dos 5 anos causadas pela doença. De acordo com o Unicef, a principal causa da diarreia no continente é o rotavírus - responsável por 28% dos casos.

Outra doença considerada pelo Fundo uma das principais causas de mortalidade infantil é a malária, que mata por dia 1,2 mil crianças com menos de 5 anos - 7% do total. O foco dos casos de malária é a África Subsaariana, com destaque para a Nigéria e o Congo, com os maiores índices de mortalidade pela doença.

A Tanzânia e o Benin também se destacam como países com os menores indicadores de proteção das crianças contra o mosquito transmissor - mais de três quartos delas não dormem com tela de proteção, conhecida como mosquiteiro - considerado o método mais efetivo de prevenção à doença. 

Fatores como complicações nos primeiros 28 dias de vida (período neonatal), desnutrição e o vírus HIV são causas apontadas também como importantes para a morte de crianças abaixo dos 5 anos. Para o Unicef, a educação da mãe, o acesso à saúde, a higiene, o saneamento básico e a imunização por meio de vacinas são mecanismos por meio dos quais pode haver redução das taxas de mortalidade.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Plantão
Chrystian, da dupla sertaneja Chrystian & Ralf, falece aos 67 anos em São Paulo
PIS-PASEP PIS/PASEP 2024
PIS/PASEP: Confira quem recebe na próxima semana
Fotos: Afrânio Pissini TODOS PELO RIO GRANDE DO SUL
Governo e entidade civil firmam parceria para recompor vegetação nativa na Bacia do Alto Taquari
Enem 2024
ENEM 2024: O prazo para inscrições terminam nesta Sexta-Feira; saiba como participar
Fotos: PMMS/ BMMS BOMBEIROS DE MS NO RS
Com atuação de equipes dos Bombeiros, PM e Defesa Civil, MS continua a apoiar o Rio Grande do Sul

Mais Lidas

FÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul se despede da guerreira Ivani Ferreira, conheça sua história por Adélio Ferreira
IMAGEM: TOP MÍDIA NEWSACIDENTE FATAL
FATAL: Vídeo mostra motorista furando sinal e matando motociclista
(Foto: Idest)ACIDENTE FATAL
Motociclista morre ao bater na traseira de trailer de lanches
Brasil
Conheça os finais dos principais personagens de "América"
JATEÍ - FESTA DA FOGUEIRA
Prefeitura sorteará 80 crianças para área VIP do show da Ana Castela, veja como participar em JATEÍ