Menu
SADER_FULL
domingo, 27 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

PMDB estadual segue com Serra e cobra fidelidade dos filiados

14 Out 2010 - 15h42Por Mídia Max

 

A cúpula do PMDB de Mato Grosso do Sul manteve o apoio a José Serra (PSDB) no segundo turno da corrida presidencial, tal como havia sido feito no primeiro turno. A decisão foi tomada por 33 votos a quatro, em reunião no diretório estadual do partido em Campo Grande nesta quinta-feira (14).

Participaram do encontro os membros da executiva estadual e lideranças do PMDB, como o governador André Puccinelli, prefeitos e parlamentares. Entre os que vão continuar a apoiar Dilma Rousseff (PT) está o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho. No primeiro turno, ele já havia se desvinculado da orientação estadual ao pedir votos para a candidata petista.

A presença do PMDB na coligação petista, por meio do deputado federal Michel Temer - que ocupa a vaga de vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff -, não impede que o partido apóie outro candidato ao Palácio do Planalto. Para o presidente do diretório estadual do PMDB, Esacheu Nascimento, o que houve foi um "acordo de cavalheiros".

"O PMDB estadual comunicou formalmente nossa postura ao Michel Temer, e ele entendeu. Em Mato Grosso do Sul não tínhamos condições de ser o segundo palanque da candidata Dilma", disse Nascimento. Faltando duas semanas para as eleições, os membros dos diretórios municipais serão mobilizados para pedir votos na base do corpo-a-corpo.

Fidelidade partidária

Os caciques peemedebistas aproveitaram o encontro para cobrar fidelidade partidária de seus membros. Nascimento citou casos em que lideranças regionais pediam votos para a coligação adversária, e até mesmo trabalhavam contra a chapa encabeçada por André Puccinelli.

"Não é mais possível conviver com essa situação de promiscuidade partidária. Alguns agiam em detrimento dos interesses do partido. Deve haver respeito entre as lideranças maiores e os representantes regionais", afirmou.

O diretório estadual deve realizar uma convenção no início do próximo ano para avaliar os casos mais graves de indisciplina, podendo chegar à expulsão dos "infiéis".

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Motorista registrou a travessia de uma jiboia na avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. FORA DO HABITAT
VÍDEO: motorista flagra jiboia cruzando pista de avenida no RJ: 'olha isso'
Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso