Menu
SADER_FULL
terça, 21 de setembro de 2021
Busca
Brasil

PMA prende caçador com cotia abatida em Costa Rica e sogro com armas em Chapadão

6 Set 2013 - 10h45Por Edição de Notícias

A PMA (Polícia Militar Ambiental) prendeu na tarde desta quinta-feira (05) um caçador, após receber denuncias de que um operador de máquinas praticava caça em uma fazenda de Costa Rica.

Os policiais localizaram em um freezer, pertencente ao denunciado, um animal abatido da espécie “cotia”, sem cabeça, patas, pelos e eviscerado. Na residência, ainda foram encontradas 17 munições calibre 22 e dois cartuchos calibre 28 carregados, porém nenhuma arma foi encontrada.

Os policiais apreenderam o animal e a munição e autuaram o caçador, de 33 anos em R$ 500. Ele também foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica para responder pelo crime ambiental. A pena é de seis meses a um ano de detenção.

Em complemento à denúncia, os policiais deslocaram-se ao Parque União, em Chapadão do Sul, onde reside o sogro do autuado e com apoio da Polícia Militar, apreenderam uma espingarda de caça calibre 20 sem documentação e uma espingarda de pressão.

O caminhoneiro de 57 anos, proprietário das armas, foi preso e conduzido à Delegacia de Chapadão do Sul e responderá por crime de posse ilegal de arma. Ele poderá pegar pena um a três anos de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada
CARROS SEMINOVOS
Como fazer uma boa escolha de veículos seminovos
LUTO NA TV
Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos, vítima de câncer
EM DECLINIO
Covid-19: Brasil registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes
TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas