Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 13 de junho de 2021
Busca
Brasil

PMA prende 2 pescadores e 2 caçadores no Pantanal

18 Fev 2010 - 14h51Por Mídia Max
Policiais Militares Ambientais de Corumbá/MS, em fiscalização na região da Estrada-Paque, próximo ao Porto da Manga, no Pantanal, prenderam ontem à noite, 2 pescadores com 92 kg de pescado. Irailton Oliveira Santana, vulgo “baianinho”, de 36 anos, comerciante e Marcelo Nunes Monteiro, de 39 anos, motorista, residentes em Corumbá, foram surpreendidos em um veículo S-10, de cor preta, placas HTG 6976 de Corumbá/MS e na carroceria, os policiais encontraram 80 Kg de pescado da espécie cachara (filetados); 12 Kg de pescado da espécie pacu com as medidas: 40,0 cm; 41,0 cm; 42,0 cm e dois de 43,0cm - tamanhos inferiores ao permitido pela legislação vigente, que é de 45,0 cm.

O material e o veículo foram apreendidos. Os pescadores receberam voz de prisão e foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Corumbá, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental. Se condenados, os autuados poderão pegar pena de 01 a 03 anos de detenção. Além disso, cada autuado recebeu multa administrativa no valor de 2.840,00.

A mesma equipe abordou um veículo Toyota Bandeirantes, placas HQX 8013, de Corumbá/MS e apreendeu 03 unidades de animais silvestres abatidos (veado campeiro), totalizando 45 Kg de carne 06 Kg de carne de jacaré; 05 unidades de animais abatidos (porco monteiro), totalizando 150 Kg de carne; 25 Kg de lingüiça, além de 01 revólver calibre 38; 02 revólveres calibre 22; 01 carabina calibre 22 com capacidade para 15 tiros; 30 munições calibre 38 intactas; 39 munições calibre 22 intactas; 07 facas apropriadas para caça.

As armas, o veículo e produtos de caça apreendidos e pertenciam a Nestor José De Souza, de 53 anos, residente em Corumbá, que praticara a caça ilegal e que vinha com destino a cidade de Corumbá. Ele foi autuado e recebeu multa no valor de R$ 4.500,00, por matar animais silvestres e também preso por porte ilegal de armas de fogo. Nestor também foi conduzido, juntamente com o material de caça e armas, para a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Corumbá/MS, onde foi autuado em flagrante pelo crime de caça e porte ilegal de arma. O envolvido nos ilícitos informou que efetuou a caça, juntamente com Martinho Da Rosa Moraes, de 48 anos, residente em Corumbá e abateram os animais silvestres, no pantanal da região da Nhecolândia, a 100 Km distante da Cidade de Corumbá/MS. Este também responderá pelo crime e receberá multa, assim que seja localizado.

As penas para os crime são: Pena – detenção de seis meses a um ano e multa (caçar, matar animais silvestres). Pena – reclusão, de dois a quatro anos, e multa (porte ilegal de arma de fogo).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta