Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

PMA intensifica fiscalização em operação pré-piracema no Estado

27 Out 2009 - 05h53Por TV Morena

A Polícia Militar Ambiental (PMA) realiza neste mês de outubro a operação pré-piracema para começar a intensificação das fiscalizações antes mesmo do início do período de defeso – que começa dia 5 de novembro, nos rios do Estado. De acordo com a PMA, historicamente outubro é um mês crítico para as fiscalizações, visto que a aproximação da piracema traz diversos pescadores aos rios de Mato Grosso do Sul. Além disso, a pesca também é incentivada pela formação de cardumes, o que facilita a captura.

Todos os anos a PMA tem realizado a operação pré-piracema intensificando a fiscalização para prevenir e reprimir a pesca predatória. A idéia é manter o máximo de equipes nos rios para prevenir a ação dos pescadores e prender aqueles que insistem em praticar a pesca irregular.

A operação já está acontecendo com a instalação de postos fixos, com policiais empenhados 24 horas, nos locais são considerados pontos críticos – cachoeiras e corredeiras, onde já estão chegando cardumes. Um ponto fixo de fiscalização foi instalado, na última sexta-feira (23), na cachoeira do Sossego, no rio Aquidauana. Neste local, três pescadores foram flagrados praticando pesca com tarrafas na quinta-feira (22), os homens ainda não haviam capturado nenhuma espécie.

Nas ações realizadas, a PMA tem conseguido prevenir que os pescadores capturem grandes quantidades de pescado. Somente neste mês, 36 pescadores já foram presos pela prática da pesca irregular. Outros nove foram autuados administrativamente por falta de licença de pesca. Também foram apreendidos 163 quilos de pescado e uma grande quantidade de petrechos proibidos, como: redes, tarrafas, anzóis de galho e espinhéis.

Prisões

A operação pré-piracema prendeu ontem (25), dois homens que praticavam pesca utilizando tarrafa. A ação foi realizada por policiais ambientais de Jardim, que faziam ronda no Rio Miranda, em Guia Lopes da Laguna. A prisão dos dois pescadores está entre as 36 feitas neste mês de outubro.

Os acusados foram autuados administrativamente e receberam multa no valor de mil reais, cada um. Ambos responderão pelo crime ambiental, caso sejam condenados, podem pegar pena de um a três anos de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

APOSTAS NO BRASIL
É legal apostar em esportes no Brasil?
CRIME BRUTAL
Mulher é encontrada morta com rosas, uma aliança nas mãos e frase cruel escrita na testa
TRAGEDIA
Casal é encontrado morto no banheiro com o chuveiro ligado
VEJA VÍDEO
Servidora não deixa lençol sujar com sangue de bandido e viraliza na internet
LUTO NA TV
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da covid
COPA AMÉRICA
Com mudanças, Brasil encara Colômbia para garantir liderança do grupo
JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo