Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 2 de junho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Pit bull que matou dono a mordidas foi sacrificado

20 Jul 2010 - 09h24Por Campo Grande News
O cachorro pit bull que matou o comerciante Fernando Jorge Paes, de 44 anos, foi sacrificado no último dia 6 de julho no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), em Campo Grande.

Exames mostraram que o animal tinha leishmaniose visceral e, portanto, foi sacrificado. Laudo do CCZ também aponta que o cachorro não apresentava sinais de maus-tratos.

De acordo com o delegado da 5ª Delegacia de Polícia Civil, José Luiz Sotolani, ainda são aguardados os resultados de laudos sobre o corpo da vítima e do local do crime.

“Para ver ser as lesões são compatíveis com as mordidas do cachorro”. A polícia também vai ouvir vizinhos e a mulher que trabalhava como diarista na casa de Fernando.

Confirmada que a morte foi causada pelo cachorro, o inquérito deve ser arquivado. “Se o cão fosse de outra pessoa, ela responderia por omissão de cautela na guarda de animais e homicídio culposo”, explica Sotolani.

Fernando foi encontrado morto em sua casa, na rua Roberto Mange, em Campo Grande, na manhã do dia 18 de junho.

Na ocasião, o cunhado da vítima, o professor João Bosco de Souza Filho, relatou que o cão nunca havia demonstrado comportamento agressivo.

Já um vizinho do comerciante comentou que ele dava leite com pimenta para o pit bull e costumava amarrar o cachorro para que ele ficasse bravo e cuidasse da casa.

Fernando morava sozinho com o pit bull e um outro cão vira-latas. Ele era proprietário da loja de parafusos Fepar, localizada na Calógeras. Fernando estava noivo e ia se casar no fim deste ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados
EPICENTRO DA COVID-19
Brasil aproxima de 30 mil mortes pela Covid-19
MEMORIAL
Os brasileiros que perderam a vida na Pandemia do Coronavírus