Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 9 de julho de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

PF prende 17 suspeitos de fraudar a Previdência

7 Ago 2004 - 07h43
A Polícia Federal, o Ministério Público e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prenderam 17 pessoas suspeitas de fraudar a Previdência no Pará. Entre os presos estão a ex-chefe da agência da Previdência Social em Castanhal, Maria Cícera da Silva Brito, e ex-chefe do Serviço de Benefícios da mesma agência, Eleonor Cunha de Oliveira.

A fraude consistia na reativação de benefícios de pessoas falecidas na década de 80, por meio de inserção de dados inidôneos nos sistemas da Previdência Social. A ex-chefe da agência Castanhal, Cícera Brito, utilizava dados dos relatórios gerenciais enviados periodicamente pela empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) às agências, apontando benefícios parados, suspensos ou cessados por motivos diversos.

Como os óbitos não eram informados pela família do falecido, Cícera indicava pessoas da confiança dela para se tornarem procuradores dos falecidos e, com base nesses relatórios, alguns benefícios eram reativados pelos servidores envolvidos no esquema de fraude. A partir desse nome fraudado, outros eram originados, formando uma espécie de "corrente".

Durante a operação, foram encontrados 50 cartões de benefícios enrolados com dinheiro na casa de Cícera Brito. Segundo informações da força-tarefa, a estimativa da fraude é de R$ 6 milhões. Os 297 benefícios investigados são do período de 1997 a 2003, todos calculados na base um salário mínimo. A quadrilha já vinha atuando há mais de quatro anos.

Segundo a Polícia Federal a quadrilha alterou diversos dados cadastrais. Entre eles: endereço, órgão pagador (banco), solicitação de complemento positivo (valores em atraso), cadastramento de procuradores contendo dados ideológicamente falsos, como filiação, data de nascimento, número de cédula de identidade. A quadrilha envolvia parentes das servidoras, como três irmãos de Cícera Brito e o filho da ex-chefe de Benefícios, Eleonor Oliveira.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

BORA PRA BONITO - MS???
Bonito (MS) irá operar com tarifa de baixa temporada até 18 de dezembro e descontos de até 60%
BONITO - MS - REABERTURA COM SEGURANÇA
Hotel Águas de Bonito te espera com toda segurança e responsabilidade, bora pra Bonito (MS)?
SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus
PRESIDENTE NA LINHA
Bolsonaro está com sintomas de covid-19 e aguarda resultado de exame
CICLONE BOMBA
Efeitos do Ciclone: mais de 12 mil residências ainda estão sem energia elétrica
LIVE
Mulher de Porchat não foi a única: veja outros casos de nudez em lives