Menu
SADER_FULL
segunda, 14 de junho de 2021
Busca
Brasil

PF mantém presidente da Câmara de Mundo Novo e o filho em prisão no PR

6 Out 2009 - 08h53Por Mídia Max

O presidente da Câmara dos Vereadores de Mundo Novo, Sebastião Reis de Oliveira, 53, o Tião Barbudo, do PMDB, e o filho Johni Oliveira, 25, permanecem presos na delegacia da Polícia Federal, em Guaíra (PR), por envolvimento num esquema de contrabando de agrotóxicos. Eles e mais sete implicados na trama foram detidos na quinta-feira passada durante a “operação pureza”, conduzida pela Polícia Federal na Bahia.

O advogado do parlamentar, Jeferson Cavalcante, viajou na tarde desta segunda-feira para Salvador (BA), onde está centrada a investigação. O defensor vai pedir a liberdade do vereador, preso por meio de mandado preventivo, cujo prazo expira na terça-feira.

O lugar dele na Câmara tem sido ocupado pelo vice-presidente da Câmara, seu colega de partido Orandir Ribeiro. Tião Barbudo é agricultor na região de Mundo Novo. Nenhum dos oito vereadores de Mundo Novo se manifestaram quanto à prisão do colega. Disseram que aguardam informações sobre a operação.

Até agora, a PF ainda não detalhou a participação do vereador e do filho no esquema do contrabando.

Nota divulgada pela assessoria de comunicação da PF em Salvador afirma que a quadrilha comprava o agrotóxico no Paraguai e o transportava para as cidades da Bahia e do Paraná.

Eis um trecho do comunicado da PF: “A investigação que deu origem à operação identificou um total de 9 contrabandistas de agrotóxicos, alguns dos quais encarregados da aquisição das substâncias no Paraguai, outros de sua introdução ilícita em território brasileiro e transporte até a região oeste da Bahia, e por fim aqueles encarregados da distribuição aos receptadores finais, ou seja, produtores rurais donos ou arrendatários de fazendas e agroempresas em diferentes municípios baianos (Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e Formosa do Rio Preto)”.

Ainda de acordo com PF, “foram interrogados e indiciados 4 produtores rurais da região oeste da Bahia, identificados como receptadores habituais de agrotóxicos contrabandeados pela quadrilha”.

Segue a nota da PF: “embora não se possa estimar a quantidade aproximada de agrotóxicos contrabandeados pela quadrilha nos últimos meses e distribuídos a produtores rurais do oeste baiano, pode-se afirmar com certeza que se contam às toneladas, com grande lucratividade para os contrabandistas e também para os agroempresários que os adquirem, o que infelizmente demonstra que se trata de um fenômeno de grandes dimensões”.

Os investigados foram indiciados nos crimes de receptação, quadrilha, além de crimes específicos previstos na lei dos agrotóxicos e na lei de crimes ambientais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÓDIGO DE TRÂNSITO
Mudanças no código de trânsito brasileiro e suas implicações para motoristas
ESPORTE PELO MUNDO
Em fase artilheira no Cazaquistão, lateral Bryan, ex-Cruzeiro, valoriza presença e relacionamento
FOTO: Só Notícias / Luan Cordeiro / ASSESSORIA COPA AMÉRICA 2021 - NO BRASIL
COPA AMÉRICA: Confira as 06 Seleções que jogarão na Arena Pantanal
biden vacinas capa 696x487 SOLIDARIEDADE
Biden anuncia que vai mandar vacinas para o Brasil e outros países
FENÔMENO RARO
Junho tem Eclipse Solar, Lua de Morango e dia mais longo do ano
PROTESTOS PELO BRASIL
29M pelo fora Bolsonaro chegou a mais de 200 cidades e ganhou as redes sociais
ATENTADO AO PUDOR
Prostitutas exibem partes íntimas no meio da rua, moradores reclamam, Vídeos
NA BRONCA
Bolsonaro aciona STF contra decretos estaduais que impõem restrições para conter Covid-19
BARBÁRIE
Homem encontra partes do corpo do filho em rio
FENÔMENO RARO
Super Lua de Sangue e Eclipse total acontece nesta quarta