Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 7 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
DOURADOS

PF conclui laudo pericial de garagistas de Dourados

Grupo de 80 empresários é investigado por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

13 Set 2013 - 08h00Por Dourados Agora

A Polícia Federal de Dourados concluiu o laudo pericial que investiga 80 garagistas de Dourados por tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. A partir de agora, a Polícia Federal poderá concluir o inquérito. O prazo final para a entrega do relatório ao Ministério Público Estadual termina em 7 de novembro. De acordo com a Polícia Federal, o laudo poderá apontar indícios de crime e os acusados poderão ser denunciados pelo Ministério Público. O resultado da perícia ainda está sendo analisado pela delegacia.

Para garantir a perícia em toda a “vida” financeira das empresas, a Polícia Federal conseguiu a quebra de sigilo fiscal e bancário dos investigados. De acordo com a PF, a medida foi tomada pela Justiça, com o consentimento e autorização dos envolvidos. Trata-se de movimentações bancárias, informações de financeiras, impostos de renda da empresa, entre outros que foram vasculhados pela PF.

A soma de todas as informações renderam milhares de documentos. A “devassa” nas contas dos garagistas investigados recebe documentação desde 2010 e, conforme informações, já geraram pilhas de caixas “recheadas” com informações dos investigados.

Ao todo, o processo inicial, sem os anexos, conta com mais de 500 folhas. A investigação da Polícia Federal nas garagens de Dourados começou em 26 de março de 2010, após denúncias junto à delegacia da PF. De lá para cá dezenas de empresários encaminharam documentação à Polícia Federal e foram descartadas as possibilidades de crime, enquanto outras do ramo tiveram que ter o sigilo quebrado para prestar as informações no processo.

Em 2010 um garagista de Dourados foi preso acusado de tráfico de drogas. Ele foi acusado de pertencer a uma quadrilha de tráfico internacional de drogas, durante a Operação Deserto.

A Operação Deserto foi deflagrada com o objetivo de desmantelar uma organização criminosa formada por brasileiros, colombianos, bolivianos e europeus, baseada na capital de São Paulo, especializada no tráfico internacional de entorpecentes.

Após um ano e meio de investigações, que contaram com importante cooperação de organismos policiais de países da América do Sul e da Europa, a PF cumpriu 50 mandados de prisão temporária, com prazo inicial de 30 dias e mais 38 mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Minas. Dos mandatos de prisão, sete eram estrangeiros.

Polícia Federal de Dourados concluiu o laudo pericial que investiga 80 garagistas de Dourados

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento