Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 9 de abril de 2020
SADER_FULL
Busca
MEDICAL CENTER - POLONIO
Brasil

Petróleo dispara e fecha cotado acima de US$ 39

6 Jul 2004 - 16h44
Os preços do petróleo registraram novas altas nesta terça-feira. Em Nova York, o barril para entrega em agosto subiu 3,28% e fechou cotado a US$ 39,65. Na máxima, chegou a bater US$ 39,70, o maior valor desde o último dia 3 de junho.

Para justificar a subida dos preços, os investidores citaram preocupações com a capacidade de fornecimento na Rússia, na Nigéria e no Iraque.

Na Nigéria, a ameaça de greve no setor petrolífero também afeta a confiança dos investidores, alimentando o temor de uma diminuição na oferta mundial de petróleo.

Hoje, a Mobil Producing Nigeria, filial nigeriana do grupo americano ExxonMobil, informou que seus funcionários apresentaram um aviso de greve, enquanto que a Elf Petroleum Nigeria, subsidiária da francesa Total no país, anunciou a suspensão de sua produção, também por problemas com trabalhadores.

No fim de semana, ataques atingiram dois oleodutos no Iraque, um deles em um setor estratégico na exploração no país, próximo a Hawijat al Fallujah, 80 quilômetros ao sudoeste de Bagdá, e o outro no sul do país, que abastece o terminal exportador de Basra.

O preço do barril sofreu ainda o impacto da declaração da petroleira russa Yukos, maior do país (que é o segundo maior exportador mundial de petróleo, atrás apenas da Arábia Saudita).

A empresa petrolífera Yukos, maior da Rússia, declarou que irá suspender os pagamentos de sua dívida e que pode declarar falência, após receber do grupo de bancos liderados pelo Société Générale notificação sobre o "default" (calote) de um empréstimo sindicalizado de US$ 1 bilhão.

Os investidores temem que a produção da empresa possa afetar suas exportações. Preços mais altos, segundo analistas, podem prejudicar a recuperação econômica mundial, causando surtos inflacionários e altas de juros.

 

Brasil Online

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Governo isenta consumidores de baixa renda do pagamento da conta de luz
CORONAVÍRUS NO MS
Sistema Drive-thru de testes para coronavírus começa em MS
PANDEMIA
Pagamento das parcelas do FCO empresarial está suspenso até dezembro de 2020
720 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 8 de abril
BENEFICIO DO GOVERNO
Caixa registra 22 milhões cadastros para auxílio emergencial
AUXILIO EMERGENCIAL
Calendário auxílio emergencial: confira as datas do pagamento das três parcelas
INVESTIMENTOS EM DOURADOS
Como investidores douradenses podem proteger seu capital em todos os períodos
SAQUE FGTS
Governo acaba com Pis Pasep e libera saque de mais R$ 1.045 de contas ativas e inativas do FGTS
CORONAVÍRUS NO MS
Mais 3 novos casos positivos para COVID-19 é confirmado em cidade de MS
CORONAVÍRUS EM SP
SP tem número recorde de mortes por coronavírus em um dia, Veja dados desta terça-feira