Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Petrobrás quer usinas de álcool no município de Costa Rica

3 Jul 2006 - 15h47
Projeto da iniciativa privada em parceria com a Petrobrás prevê a instalação de pelo menos duas usinas de álcool em Mato Grosso do Sul, com investimento de US$ 400 milhões e outras 28 destilarias no País que serão construídas e administradas pela estatal brasileira.

O objetivo é criar alternativas de fornecedores de cana-de-açúcar, fora do eixo canavieiro de São Paulo e do Nordeste brasileiro.

As destilarias devem atender parte dos acordos energéticos da Petrobrás, que firmou contrato com o Japão para venda de 1,8 bilhão de litros de etanol (álcool de cana-de-açúcar) por ano a partir de 2009. O contrato prevê o fornecimento do combustível aos japoneses por 20 anos.

Na última semana, cerca de 50 produtores da região de Costa Rica, a 330 quilômetros de Campo Grande, assinaram cartas de intenção para iniciar o cultivo de cana-de-açúcar para fornecer o produto como matéria-prima para a produção de etanol nas usinas de álcool que devem ser instaladas no município.

Um grupo de investidores liderados pela empresa carioca Decastro Empreendimentos Imobiliários confirma a intenção de instalação de duas usinas em Costa Rica com investimentos previstos de US$ 200 milhões para cada usina. Os projetos terão participação da Petrobrás (5%), do Banco Mitsui (10%), de empreendedores nacionais e estrangeiros e do grupo de produtores envolvidos.

A estimativa do proprietário da Decastro, Áureo Luiz De Castro, é que a produtividade de cada hectare seja de pelo menos 80 toneladas de cana, de forma que o plantio de 25 mil hectares possa render 2 milhões de toneladas de cana por ano com produção estimada em 180 milhões de litros de etanol para atender aos contratos da Petrobrás. Cada indústria vai gerar demanda de 35 mil hectares de terras agricultáveis para produção de cana.

Na quinta-feira (29), o secretário de Agricultura e Desenvolvimento de Costa Rica, Agoncilio Corrêa Barbosa, participou de encontro em Goiânia com representantes da Petrobrás e da Decastro, onde entregou a documentação de 50 proprietários rurais de Costa Rica interessados em cultivar cana para atender às usinas. Juntos, os produtores disponibilizaram 33 mil hectares de terras para plantação de cana. "A disponibilidade dos produtores é o segundo passo, depois da formulação do projeto, para que a Petrobrás aprove a instalação das usinas na região", diz Áureo Luiz De Castro.

Ele explicou que a empresa enviará nesta semana a documentação para a Petrobrás e vai aguardar as análises de produtividade das terras da região e do projeto, para posteriormente formalizar os contratos com os produtores. "Acreditamos que o projeto seja iniciado ainda neste ano, devido à qualidade das terras e ao potencial da região", disse De Castro ao ressaltar a proximidade da Ferronorte, que liga o Mato Grosso e o Norte de MS ao Porto de Santos, como estratégica para o projeto.

De Castro explica que o Governo federal, por intermédio do Ministério da Agricultura, desenvolveu um projeto que prevê a participação de investidores interessados em integrar o projeto bioenergético brasileiro, desde que estes possuam terras em Estados que não são tradicionais plantadores de cana.

O projeto fomenta o plantio da cana ao criar o acesso aos investidores aos contratos de venda de longo prazo do álcool para a Petrobrás e a financiamentos para construção das destilarias.

Cada destilaria é acompanhada por uma unidade de produção de biodiesel e uma termelétrica que produz energia a partir do bagaço da cana – a biomassa. "Já estamos adiantados com um dos projetos de Costa Rica e o outro está ainda na fase de captação de produtores", disse De Castro.
 
Prefeitura de Costa Rica

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amar a Deus
LIÇÕES DA BÍBLIA
Ame o Senhor, seu Deus
BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'