Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 19 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Petrobras pode instalar fábrica em Três Lagoas

10 Jan 2011 - 13h30Por Campo Grande News
A Petrobras solicitou ao governo do Estado a Licença de Instalação para a fábrica de fertilizantes em Três Lagoas. O requerimento foi apresentado ao Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

O licenciamento ambiental tem três etapas: licença prévia, de instalação e operação. A primeira etapa já foi cumprida no ano passado. Em novembro, o governador André Puccinelli (PMDB) entregou aos representantes da Petrobras a Licença Prévia.

A fábrica, que será instalada em uma área de 556 hectares na MS-395, na saída de Três Lagoas para Brasilândia, será a maior de nitrogenados do Brasil, produzindo diariamente 2.200 toneladas de amônia e 3.600 de uréia granulada. Com a conclusão da obra no segundo semestre de 2014, serão gerados 5 mil empregos.

A Petrobras também solicitou licença prévia para a subestação e linhas de transmissão para atender a fábrica. Já foi determinado estudo de impacto ambiental relativo às licenças solicitadas

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS