Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 13 de maio de 2021
Busca
Brasil

Petistas de três cidades abandonam campanha de Dagoberto

18 Ago 2010 - 15h25Por Campo Grande News

Petistas de Maracaju, Juti e Antônio João devem abandonar a campanha de Dagoberto Nogueira (PDT) ao Senado até o fim do mês, insatisfeitos com a falta de apoio financeiro.

A reclamação dos presidentes de diretórios municipais destas cidades só engrossa a fila de protestos contra o candidato, que está sendo acusado de não colaborar com a campanha dos companheiros que disputam cargos proporcionais.

Candidatos importantes da chapa encabeçada por Zeca do PT, Laerte Tetila e João Grandão já reclamaram na semana passada sobre a falta de companheirismo de Dagoberto.
O deputado Pedro Teruel também ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para falar sobre o problema.

Junior Teixeira, de Dourados, e Rui Spindola, de Bataguassu, desistiram de disputar a eleição e optaram por apoiar candidatos da coligação adversária, “Amor, Trabalho e Fé” (o democrata Luiz Henrique Mandetta e o peemedebista Fábio Trad).
A crise se agravou quando Dagoberto avisou que não substituiria os candidatos, desfalcando a chapa.

O presidente do diretório municipal do PT em Maracaju, Eugênio Menchik, disse que há mais de 100 cabos eleitorais pedindo voto para os candidatos da coligação “A Força do Povo”, inclusive para Dagoberto, mas o postulante ao Senado não tem colaborado com os custos.
“Estamos pedindo voto para ele, mas parece que ele não quer ajudar. Nossa intenção é parar com a campanha dele, se essa situação continuar”, disparou.

O mesmo discurso tem o dirigente do PT em Juti. “Parece que ele não é candidato, não aparece por aqui nem manda ninguém para saber pelo menos se a gente está vivo. Ele está aparecendo bem nas pesquisas e parece que acha que já ganhou, não manda assessor nem nada aqui no município, não dá para entender”, disparou José Carlos Coelho da Silva.
Se as coisas continuarem do jeito que estão, a campanha de Dagoberto também deve ser paralisada nos próximos dias pelo PT de Antônio João.

O presidente do partido na cidade, Eberson Rodrigues Moreira, disse que apenas o senador Delcídio do Amaral tem comparecido financeiramente para dar estrutura à campanha.
“Temos esperança que uma luz ainda possa iluminar a cabeça dele pra ele lembrar que precisa da gente”, declarou.

No fim desta semana, o dirigente virá a Campo Grande na tentativa de ter uma conversa definitiva com Dagoberto. “Dependendo da conversa vamos definir se a gente continua ou para com a campanha dele”, avisou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada