Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 20 de abril de 2021
Busca
Brasil

Pesquisas apontam que Brasil está na rota dos crimes

13 Set 2004 - 17h11
Pesquisas apontam que o Brasil está na rota dos crimes envolvendo a internet. De acordo com a Polícia Federal, de cada 10 hackers ativos no mundo, oito vivem no Brasil. Além disso, cerca de 2/3 dos responsáveis pela criação de páginas de pedofilia na internet - já detectadas por investigações policiais brasileiras e do exterior - têm origem brasileira. As pesquisas também apontam que, no Brasil, as fraudes financeiras que utilizam internet e correios eletrônicos já superam, em valores financeiros, os prejuízos de assalto a banco.

Para tornar mais eficaz o combate aos crimes cibernérticos, cerca de 500 especialistas de mais de 20 países estarão reunidos em Brasília na 1ª Conferência Internacional de Perícias em Crimes Cibernéticos. O foco principal é incentivar a pesquisa e o desenvolvimento científicos, com o objetivo de produzir técnicas novas e avançadas de investigação e repressão.

De acordo com o coordenador do evento e perito criminal, Paulo Quintiliano, a internet está sendo cada vez mais utilizada para a prática de crimes. Quintiliano disse que nem sempre é fácil encontrar os responsáveis por esses crimes. “Às vezes é difícil, principalmente quando os criminosos hospedam suas informações no exterior”, afirmou em entrevista ao canal NBR, da Radiobras. “Então, nesses casos complicam um pouco e por isso a gente utiliza a cooperação internacional, junto com grupos das polícias dos outros países. Nós estamos sempre em contato para possibilitar o combate efetivo aos crimes cibernéticos”, acrescentou. Segundo ele, no Brasil, tem crescido o número de casos envolvendo a exploração sexual de crianças pela internet.

Denúncias de crimes cibernéticos podem ser feitas tanto para a Polícia Federal, como para as polícias civis. Quintiliano informou que uma decisão do Superior Tribunal de Justiça define os crimes cibernéticos como crimes federais e que, portanto, estão sob a competência da Polícia Federal. “Contudo, as polícias civis também investigam e podem e devem continuar investigando esses crimes”.

A Conferência, que começa hoje e vai até o dia 16, está sendo organizada pelo Departamento de Polícia Federal, com o apoio da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19
VITIMA DA COVID 19
Vídeo: enfermeiro que receitava cloroquina se passando por médico morre de Covid-19
OS AMORES DO REI
Roberto Carlos teve três casamentos, paixões secretas e perdas em seus 80 anos
JUVENTUDE EM ALERTA
Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas
ATAQUE CANINO
Pit bull mata criança de 2 anos e deixa o irmão dela ferido
VIDEO CAPIVARA NA IGREJA
Capivara invade igreja: 'acho que ela veio rezar conosco', brinca Padre
BEBEDEIRA
Idoso conhece mulher, leva para casa é atacado a facadas
ROUBO DE CARGA
Três mil pessoas roubam carga de carne após carreta tombar e provocam novo acidente