Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
terça, 13 de abril de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Peritos do INSS e advogados são indiciado em inquérito da PF

27 Ago 2004 - 15h46
Os peritos do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), Laidenss, Leidniz e Leibnitz Guimarães e a advogada Rilziane Guimarães Bezerra de Melo, que é filha de Laidenss, foram indiciados em um inquérito da Polícia Federal (PF), acusados de fraude contra o INSS.

Segundo os primeiros levantamentos da PF, dos cerca de 30 documentos que foram verificados, 18 apresentavam irregularidades. Os quatro são acusados de conseguirem aposentadorias por invalidez, para clientes que tem estado de saúde normal.

O inquérito já foi encaminhado para o Ministério Público Federal (MPF) que deve decidir se oferece ou não denúncia à Justiça Federal.

Os peritos do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), Laidenss, Leidniz e Leibnitz Guimarães fazem parte da Seção de Gerenciamento de Benefícios por Incapacidade (Gbenin).

Eles devem ser chamados pela polícia para prestar esclarecimentos dentro dos próximos dias.
 
RMT Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo