Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 16 de maio de 2021
Busca
Brasil

"Perdendo a vergonha de ser honesto" de Reinaldo Rodrigues

9 Dez 2004 - 11h09

PERDENDO A VERGONHA DE SER HONESTO.

 

 

*Reinaldo Rodrigues 

 

Era uma tarde quente típica de verão, estava eu lagarteando no banco em frente a minha casa, quando sentou-se ao meu lado um velho amigo, daqueles que como a maioria dos habitantes de nossa cidade de Fátima do Sul, na qual me incluo, veio para cá a mais de trinta anos tentar uma vida melhor.

Começamos a conversar, e como é normal, primeiro falamos do tempo quente e abafado, o céu carregado de nuvens densas e escuras, parecendo que logo iria desabar uma daquelas pesadas e passageiras chuvas de verão, das lavouras; depois falamos de política e  da expectativa da administração Ilda/Lauro e por fim entabulamos um diálogo, mais ou menos assim.

Ele : Sabe, as coisas finalmente estão mudando neste país, e para melhor!

Eu : É, está mudando, mas precisa mudar mais, senão não veremos o que sempre sonhamos, ou seja, um país onde a fome e o desemprego sejam apenas coisas do passado vergonhoso da nossa sociedade.

Ele : Sem falar nas mudanças que precisam ser feitas no atendimento dos nossos doentes e na boa educação que as nossas crianças e jovens tanto merecem..

Fez-se silêncio, olhei para ele e percebi que estava divagando, com os olhos semisserrados olhava para o infinito, mas de repente, como se tivesse acordado, retornou ao nosso diálogo, dizendo :

- Estou aqui desde de 1966, portanto um ano a mais que você, sei que me conhece bem, inclusive minha vida toda, pois começamos dando aula juntos no antigo Colégio Estadual que funcionava onde hoje é a Prefeitura, e agora é a Escola Estadual Senador Filinto Muller, instalei-me no comércio, depois virei agricultor, e finalmente entrei para a pecuária e nela estou até hoje, mas como todo cidadão honesto, trabalhei muito e consegui muito pouco, a única coisa de valor que possuo é o meu nome.

Eu – Você deve considerar que o seu bom nome é a maior fortuna que deixará para seus filhos, pois tenho certeza que hoje o seu nome abre todas as portas para eles, e no futuro continuará abrindo-as, portanto, pare de reclamar! 

Ele – Sabe? O que mais me chateava é que sempre dei duro na vida, trabalhei muito, e via só os maus prosperarem, rapidamente da noite para dia apareciam com luxuosos carrões, mansões, viagens, férias para o exterior e propriedades valiosas, e ninguém era punido, agora não, vejo todos os dias na televisão pessoas socialmente muito importantes, políticos, advogados, altos funcionários públicos e policiais sendo levados para cadeia, é verdade que a maioria sai daí uns dias, para responder o processo em liberdade, mas ao menos são expostas ao público, para que saibamos quem é quem neste país. No passado recente só víamos a prisão dos três “Pês”, mas agora mudou, a Polícia Federal está mostrando que rico e importante também vai pro xilindró, e o melhor de tudo isto é que já estou até perdendo a vergonha de ser honesto.

 

 

Reinaldo Rodrigues de Almeida - Advogado

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada