Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 25 de maio de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Pentágono admite ´guerra civil´ no Iraque

16 Mar 2007 - 05h24
Uma pesquisa divulgada pelo Pentágono, nesta quinta-feira,15, no Estados Unidos, revela, pela primeira vez que o excesso de violência no Iraque pode classificar o país como estado de guerra civil.

Um comunicado divulgado pelo Pentágono afirma que entre os meses de outubro e dezembro de 2005 o Iraque viveu o período de maior violência desde 2003. Ataques feitos por insurgentes contra tropas iraquianas, estrangeiras e civis cresceram neste período.

A maioria dos dados apresentados pelo Pentágono se refere a um períodos que antecede o anúncio do presidente americano, George W. Bush, em enviar 21.500 soldados adicionais a Bagdá para melhorias no plano de segurança.

No entanto, membros do governo Bush foram relutantes ao afirmar que o Exército americano está enfrentando de fato uma guerra civil e a própria pesquisa do Pentágono diz que este termo não compreende ao complexo da situação do Iraque.

O documento diz que "alguns elementos classificam a situação do Iraque como o de uma guerra civil, como o caráter excessivo de violência sectária contra a população".

O documento aponta uma média de mil ataques por semana entre os meses de outubro e dezembro de 2006. De maio a agosto do mesmo ano, o Pentágono divulgou média de 800 incidentes por semana. No entanto, nenhum número exato foi revelado.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL - 22.666 MORTES
Brasil tem mais 653 mortes, e vítimas da covid-19 no país chegam a 22.6
EMOCIONANTE - VIDEO
Esposo toca sanfona para esposa no hospital após ela receber alta de covid-19
ELEIÇÕES 2020?
Talvez seja inevitável adiar eleições municipais, diz Barroso
BRASIL 22.165 MORTES
Covid 19: Brasil tem mais de 22 mortes e 341 mil casos
FEMINICÍDIO
Homem mata a própria companheira por causa do auxílio emergencial
ESTRAGOS DO MORO
Veja os principais pontos da reunião ministerial que teve gravação divulgada pelo STF
ENEM
Enem 2020 é adiado por causa da Covid
SOB INVESTIGAÇÃO
Delegado diz que namorada viu mensagens no celular atirou nele e se matou
VITIMA DA COVID 19
Edivaldo perdeu o filho de 26 anos: 'Falaram que em 15 dias ele já estaria recuperado'
3º EM NUMERO DE CASOS
Brasil passa de 19 mil mortes e 296 mil casos de coronavirus; veja por Estado