Menu
SADER_FULL
segunda, 1 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Pedreiro é esfaqueado ao reclamar de barulho de vizinho

16 Ago 2007 - 09h43

O pedreiro Devanir Batista da Silva, 30 anos, foi ferido a golpes de facão depois de pedir para o vizinho abaixar o volume do aparelho de som. O crime ocorreu na noite desta quarta-feira na rua 31 de Março, na Vila Araponga, em Dourados. Silva foi ferido com três golpes de facão, sendo dois no braço e um na mão. A vítima foi socorrida e encaminhada para o Hospital Evangélico de Dourados. O vizinho anda não identificado fugiu do local. A Polícia Militar fez diligência, mas até o momento não há informação sobre o paradeiro do acusado.

Em 26 de março, uma briga de vizinho provocou uma tragédia. Uma discussão banal entre vizinhos por causa de som alto motivou a mais sangrenta chacina da história de Dourados. O pedreiro Abrão Israel Lucas, 36, sua mulher Vera Lúcia Leonardo Daleste, 48, e os dois filhos do primeiro casamento de Abrão, Bruno, 13, e Natália, 8, foram mortos a tiros enquanto dormiam, na madrugada de domingo, porque ele reclamava constantemente do barulho provocado pelo som alto na casa de um de seus vizinhos, onde morava uma adolescente de 14 anos. 

A desavença entre Abrão e o namorado da menor, Cleber Junior Garças, 24, o “Caiçara”, se repetiu por pelo menos três vezes. Na madrugada do dia seguinte, Cleber foi à casa da namorada com o objetivo de matar o vizinho. Acabou matando também Vera Lúcia e as duas crianças.  Os acusados já foram denunciados pelo Ministério Público e estão isolados na Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa, em Dourados.

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados
EPICENTRO DA COVID-19
Brasil aproxima de 30 mil mortes pela Covid-19
MEMORIAL
Os brasileiros que perderam a vida na Pandemia do Coronavírus