Menu
SADER_FULL
quinta, 22 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Pedreiro é assassinado a tiros em Dourados

29 Mar 2007 - 08h11
Foi morto na tarde desta quarta-feira, com dois tiros na cabeça, o pedreiro Orlando Rossi Júnior, 34. O crime ocorreu por volta das 15h40 no quintal da casa dele, localizada na rua Projetada “A”, n.º 48, na Vila Anete, bairro que fica anexo ao Jardim Canaã I, onde quatro pessoas de uma mesma família foram mortas na madrugada de domingo. De acordo com moradores da vila, Orlando foi executado por um menor de 16 anos, que logo após efetuar os tiros com um revólver calibre 38, fugiu da área.

Desde o dia 19 deste mês, são nove assassinatos na cidade. O envolvimento de menores nos crimes é um agravante. Em pelo menos quatro casos há envolvimento de menores, como vítimas ou autores.

A companheira de Orlando, Eliane Benites, 27 anos, contou que convivia com o pedreiro havia oito meses. Ela disse que estava tomando tereré com o companheiro nos fundos da casa quando o menor, que reside ao lado, chegou por trás deles e disse “Juninho isso é para você deixar de ser cagüeta”. Alcagüete é o termo dado a pessoas que denunciam criminosos.
 
 
 
 
Diário MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência
BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos
VEJA VIDEO
Índio precisa buscar socorro a cavalo após ataque de onça
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Filha de 9 anos flagra pai estuprando menina de 5 na lateral da casa
AUXILIO POPULAÇÃO
Auxílio emergencial: 5,6 milhões de pessoas recebem nesta terça-feira
FAMOSIDADES
Luan Santana e Jade Magalhães terminam noivado de 12 anos
CORONAVIRUS NOS ANIMAIS
Gato é o primeiro animal no Brasil que testa positivo para o Coronavirus
ABSURDO
Enfermeiros, fisioterapeuta e médico são afastados após denúncia de estupro na UTI