Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 18 de junho de 2021
Busca
Brasil

PEC de Marçal Filho será incluída na pauta da CCJ

13 Mar 2010 - 09h27Por Dourados News
Deputado Federal Marçal Filho (PMDB/MS) elogiou a intenção anunciada pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça, deputado Elizeu Padilha (PMDB/RS) de incluir na pauta da comissão a PEC 150/99, que altera a redação do art. 228 da constituição federal reduzindo para 16 a
imputabilidade penal. Ela está apensada à PEC 171/93, de igual teor. O relator é o deputado Marcelo Itagiba (PMDB/RJ), que já apresentou parecer pela admissibilidade da proposta.

Marçal Filho classificou a atitude do presidente da CCJ de "corajosa", pelo caráter polêmico da proposta. "A PEC da maioridade penal dormita há vários anos na burocracia do Congresso, até pela falta de coragem de mais parlamentares em enfrentar a questão", ponderou Marçal, que tem se
notabilizado pela defesa, em plenário e nas comissões , de teses polêmicas como o confisco , para fins de reforma agrária, das propriedades rurais onde for constatado trabalho escravo e a responsabilização dos bancos nos casos de assaltos em suas dependências. "O parlamento precisa estar em sintonia com a sociedade, que já não suporta mais tragédias como a que envolveu o menino João Hélio e outras barbáries cometidas por menores", enfatizou Marçal Filho, referindo-se ao bárbaro assassinato do garoto João Hélio Fernandes Vieites de 06 anos de idade, que em 2007 foi arrastado por 7 km pelas ruas da zona norte do Rio de Janeiro, preso ao cinto de segurança do veículo roubado por assaltantes.

Na época, João Hélio estava com a mãe e a irmã quando o carro foi interceptado e levado por criminosos, mas o garoto não conseguiu sair, ficou preso pelo cinto de segurança, e foi arrastado até a morte. "Baseado na lei excessivamente protecionista, a Justiça do Rio de Janeiro acaba de conceder liberdade ao ex-adolescente envolvido na morte do menino e que hoje está com
19 anos de idade, ou seja, três anos depois de participar de um crime tão violento o rapaz está livre para o convívio em sociedade e, mais grave, sem qualquer antecedente criminal", criticou o deputado, que afirmou que se empenhará pela aprovação da PEC quando ela chegar ao plenário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial