Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 5 de agosto de 2021
Busca
Brasil

Patrulheiros mirins querem o fim do parquímetro em Dourados

13 Jul 2010 - 08h35Por Diário MS

O presidente da Patrulha Mirim de Dourados, Altemir Mateus dos Santos, afirmou que sem o retorno da antiga “zona azul” em Dourados a situação enfrentada pela corporação ficará comprometida.

“Desde que a prefeitura implantou o parquímetro na cidade, a Patrulha Mirim deixou de colocar no mercado de trabalho esses adolescentes, que antes exerciam a função de cobrar pelo uso da zona azul”, afirmou.

Para isso, Altemir pediu ontem na Câmara Municipal, durante o uso da Tribuna Livre, que os vereadores revoguem a lei que regulamenta o uso do parquímetro no município. Segundo ele a empresa que presta o serviço de cobrança do estacionamento na área central vence no final do ano.

Fundação
A Patrulha Mirim de Dourados foi criada na década de 1980. Seu objetivo é orientar e encaminhar o adolescente, a partir de 16 anos, ao mercado de trabalho. Hoje, ela oferece cursos de capacitação profissional, reforço escolar, palestras, acompanhamento psicológico e aulas de informática.

Deixe seu Comentário

Leia Também

HORROR NA NOITE
Homem mata ex de 16 anos a facadas e deixa bebê "banhado" por sangue da mãe
TRAGÉDIA NA PISTA
Ônibus tomba em rodovia com 46 passageiros; casal e bebê morrem
FÁTIMA DO SUL - ORLA TCHAU FRIO!!!
TCHAU FRIO: Nova onda de calor deve chegar na próxima semana, confira a previsão
SUPERÁVIT
Petrobras anuncia lucro líquido de US$ 8 bilhões no segundo trimestre
BRASIL - 20.026.502 INFECTADOS
Brasil ultrapassa 20 milhões de casos de covid-19
TRAGÉDIA NA RODOVIA
Caminhoneiro embriagado invade pista contrária e mata cinco pessoas
ASSALTO À LOJA
Bandidos roubam loja e trocam tiros com a PM; numa ação audaciosa: veja fotos e vídeos
DOENÇA DO SÉCULO
Vídeo: cantora alerta famílias após filho de 16 anos cometer suicídio; "internet está doente"
BRASIL - 558.432 MORTES
Covid-19: casos sobem para 19,98 milhões e mortes, a 558,4 mil
AMOR BANDIDO
Homem leva facada da esposa, perdoa e casal sai de mãos dadas da delegacia