Menu
SADER_FULL
quinta, 22 de abril de 2021
Busca
Brasil

Patrões têm dificuldade em reconhecer doenças ocupacionais

6 Jul 2004 - 14h52
Em entrevista ao programa Cotidiano, da Rádio Nacional, o presidente da Associação de Portadores de Doenças Ocupacionais do Distrito Federal, Clênio de Brito, disse que a maior dificuldade da pessoa que sofre doenças ocupacionais é o reconhecimento, por parte dos patrões, de que o problema do funcionário está relacionado ao trabalho.

Ele mostrou que o Ministério da Saúde divide as doenças ocupacionais em 13 grupos distintos. "Elas podem se manifestar no sistema nervoso, mental, no olho, no ouvido, nos músculos, no sangue. Podem também ser contagiosas, mas sem dúvida a mais comum é a Lesão por Esforços Repetitivos, a LER", afirmou.

 

 

Agência Brasil



Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA EM CACHOEIRA
Mãe e filha morrem vítima de tromba d'gua em cachoeira; cunhado também morreu
ASSÉDIO À MENOR
Pastor é investigado após ser filmado beijando e oferecendo dinheiro a adolescente de 14 anos
UTRAPASSAGEM FATAL
Tio e sobrinho morrem "esmagados" por caminhão em rodovia
FATALIDADE
Bebê morre eletrocutado após morder fio de carregador de celular
AJUDA DO GPS
Após ficar 30h desaparecida, médica é encontrada em ribanceira com ajuda de GPS de celular
REVOLTANTE
A intérprete que descobriu na aula de Libras que pastor abusava de adolescente
BRASIL - 381.687 MORTES
Brasil passa de 380 mil mortes por Covid; mais de 3 mil delas foram registradas nas últimas 24 horas
BRUTALIDADE
Adolescente queimado por negar sexo com homens morre em hospital
VACINA RUSSA
Governador diz que consórcio vai adquirir 28 milhões da vacina Sputnik V
LUTO NA SAÚDE
Dias após perder os pais, médica de 36 anos morre de Covid-19