Menu
SADER_FULL
domingo, 5 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Para DEM e PSDB, Murilo só não disputa se não quiser

9 Jun 2010 - 17h08Por Conjuntura Online

O imbróglio político envolvendo o segundo candidato ao Senado na chapa do governador André Puccinelli (PMDB) poderá ser resolvido até o fim desta semana.

Ontem, na Assembléia Legislativa, os deputados estaduais Reinaldo Azambuja, presidente regional do PSDB, e Zé Teixeira, vice-presidente regional do DEM deram um tom conciliador para o debate em torno do nome do vice-governador Murilo Zauith (DEM) como segunda opção para concorrer ao Senado em outubro.

Ocorre que Murilo está cético em torno de sua candidatura, até porque no calor dos debates chegou a anunciar inclusive sua desistência, mas depois recuou.

A edição de ontem dos principais sites e jornais do Estado voltou a destacar a desistência do vice-governador. O que, para os líderes partidários, não passa de especulação da imprensa.

O maior impasse nisso tudo é que Murilo discorda em disputar o cargo em desvantagem, alegando que o governador André Puccinelli tem preferência pela candidatura do deputado federal Waldemir Moka (PMDB).

Azambuja e Teixeira se reuniram ontem de manhã, no gabinete do democrata, para dizer que tudo só depende exclusivamente de Murilo, uma vez que, segundo eles, o Bloco Democrático Reformista (PSDB, DEM, PPS) tem trabalhado para consolidar seu nome.

“Estamos andando e divulgando a candidatura do Murilo há seis meses, e ele só não sairá se não quiser. Acho que ele tem que de uma vez por todas sentar com o governador e acertar esses detalhes, para deixar o projeto redondo”, opinou Zé Teixeira.

Por sua vez, Azambuja garante que  prefeitos, vereadores e as principais lideranças do bloco estão dando apoio ao vice-governador. O que falta, de acordo com o tucano, é ele próprio acreditar em seu projeto político.

“O Murilo tem todo o nosso apoio, precisa é esquecer o lado do concorrente, porque aqui temos dois candidatos, o Murilo e o Waldemir Moka”, disse, destacando que as duas candidaturas estão sendo construídas com igualdade de condições.

Zé Teixeira também lembrou que Murilo é muito forte na região de Dourados e do Conesul e que tem todas as condições de vencer a disputa, independente das outras candidaturas postas.

Após a reunião entre o tucano e o democrata, o assunto dominou as discussões no plenário da Assembléia. O peemedebista Carlos Marun foi a tribuna para dizer que o projeto de reeleição de André Puccinelli está alinhavado, com a ex-prefeita de Três Lagoas, Simone Tebet (PMDB), de vice e Moka para o Senado, estando falando apenas uma posição de Murilo.

Marun advertiu  que a chapa está montada e que dificilmente haverá mudanças em sua composição, lembrando ainda que a disposição de postular o Senado partiu do próprio município de Dourados, que indicou Murilo como principal candidato da região sul do Estado.

Outros deputados se revezaram no microfones de aparte para reforçar o discurso de Marun. O líder do governo na Casa, Youssiff Domingos (PMDB), e seu companheiro de partido, Junior Mochi, também fizeram as mesmas colocações.

Os deputados da base aliada fizeram questão de lembrar pleitos passados para dizer que a eleição não está ganha e que Murilo tem todas as condições de sair vitorioso em outubro.

Marun lembrou das vitórias de Ramez Tebet, que tirou a vaga do hoje deputado estadual Ary Rigo (PSDB), à época em que o deputado era vice-governador e chefe da Casa Civil no governo de Pedro Pedrossian.

Os deputados também exemplificaram a  vitória de Delcídio em 2002, ocupando o cargo que seria, segundo as pesquisas da época, de Pedrossian.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TERMPESTADE
Região sul deve ser atingida por outro fenômeno menos devastador que o Ciclone Bomba
LIVE
Mulher de Fábio Porchat aparece pelada em live com Guilherme Boulos
VITIMA DA COVID 19
Antes de morrer de covid-19, jovem manda áudio: ‘Vão desligar os aparelhos’
BRASIL - 64.265 MORTES
Brasil tem 1.577.004 casos de covid-19 diagnosticados
ELEIÇÃO MUNICIPAL 2020
Campanha eleitoral de 2020 deve ser proibido comícios e aglomerações
MORTES POR COVI-19
Mãe e filha morrem vítimas da Covid-19 em intervalo de três dias
PREVENÇÃO COVID 19
Giovanna Antonelli viraliza ao mostrar truque para evitar contaminação
FEMINICÍDIO
Marido é preso após matar mulher asfixiada e na fuga causa acidente de carro e deixa 08 feridos
BORA PRA BONITO - MS - REABERTO
Hotel Águas de Bonito reabre com segurança e estrutura proporcionada para o aconchego em Bonito (MS)
BRASIL - 62.045 MORTES
Brasil passa de 62 mil mortes pelo novo coronavírus